EXTRA! EXTRA! Saiu a relação dos trabalhos inscritos para o IX Prêmio Ação Destaque!

Confira se o seu trabalho foi aprovado para apreciação pela comissão julgadora do prêmio. Atenção: o prazo final para o para envio de recursos é a próxima segunda-feira, dia 09 de setembro. Os recursos devem ser enviados para o e-mail pedagogico@opet-sefe.com.br

 

Adriana Pirola Ansiliero – Arroio Trinta

Adriane Ranieri Leal – Santana de Parnaíba

Aletheia Cristiane Blau – Alto Taquari

Aline Franciele Graebin Wutke – Nova Santa Rosa

Aline Montoia Santos Duarte – Santana de Parnaíba

Aline Regina de Oliveira – Arroio Trinta

Aline Risso Sousa Rodrigues – Santana de Parnaíba

Aline Roberta da Silva – Jacarezinho

Alisandra Ribeiro – Santana de Parnaíba

Ana Claudia Cury – Santana de Parnaíba

Ana Cláudia da Silva Cardoso – Santana de Parnaíba

Ana Cristina de Jesus Oliveira – Santana de Parnaíba

Ana Cristina dos Santos Dzoba – Pitanga

Ana Karina Falchetti – Salto Veloso

Ana Karoline Lopes de Sousa – Ceará

Ana Lucia Ribeiro dos Santos – Fraiburgo

Ana Paula Pedrina – Cambará

Andrea Mendes Avona – Santana de Parnaíba

Andreia Ap. Rangel Santos – Santana de Parnaíba

Andréia Aparecida dos Santos – Cambará

Andreia do Amaral Rodrigues Jesus – Campina Grande do Sul

Andreia Maria de Jesus Ricardo – Jacarezinho

Andressa Sangaletti – Treze Tílias

Andrieli Cristiane Gonçalves Pozzer – Pinhalzinho

Angela Cristina de Oliveira Almeida – Cambará

Angela Ferreira de Moraes – Campina Grande do Sul

Angela Maria Ribeiro Serafini – Fraiburgo

Aparecida Gomes Freire – Santana de Parnaíba

Ariane Angelita de Oliveira – São Miguel do Oeste

Ariane Cristina Xavier – Ilha Solteira

Beivetti Brasili Branco – Santana de Parnaíba

Benilda Loch Blau – Pitanga

Benildes Madureira Barcelos – Alto Taquari

Bernadete Ferrari Vargas – Campina Grande do Sul

Bernadete Gurnaski de Lima – Turvo

Carina Aparecida Stadler – Pitanga

Carlos André Lourenço e Silva – Santana de Parnaíba

Carolina Rochelli Policarpo Ventura – Paranaguá

Cássia Neves Rodrigues Costa – Alto Taquari

Cátia Juliana Esídio Santana – Santana de Parnaíba

Celene Taborda – Pitanga

Cintia Natania da Silva Rodrigues – Campina Grande do Sul

Claudia Regina Cavanha Cavalheiro – Campina Grande do Sul

Cledson da Silva – Pitanga

Cliciane de Souza Meduna – Paranaguá

Cristiana Aragão Lima – Ceará

Cristiane Ferreira de Souza – Campina Grande do Sul

Cristiane Rigo Goberte – Vargeão

Cristielaine Aparecida Alves de Souza – Santana de Parnaíba

Daniela Aparecida Bartolomeu Bagali – Cerqueira César

Danielle Moreira Francisco – Paranaguá

Daniely do Rosário – Paranaguá

Débora Rederd França Vidal – Paranaguá

Deisy Estela Santiago Heringer Avelar – Santana de Parnaíba

Denise Regina Wagner Tortato – Entre Rios do Oeste

Denise Zimmermann Schuller – Arroio Trinta

Diana Leticia Chiodelli – Chapecó

Dilliany da Silva Marques – Sobral

Dinalda Andrade Vicente Bento – Cerqueira César

Dirce Aparecida Pereira Dos Santos – Pitanga

Ederli Margreiter de Mélo – Treze Tílias

Edilaine Aparecida Moreto Vilar – Águas de São Pedro

Edna Regina Albini Pereira Kaminski – Paranaguá

Eglantina Melo Rocha – Sobral

Elaine Cistina Oliveira da Silva Prado – Alto Taquari

Eliane Garcia Dantas – Campina Grande do Sul

Eliane Maria Kremer – Pinhalzinho

Elianer Fátima Linder Mayer – Salto Veloso

Eliciane Cristina de Oliveira Cegatte Arantes – Cambará

Elisandra Aparecida Czekalski – Irati

Elisandra Cristina dos Santos Galo – Santana de Parnaíba

Elisangela Silva de Castro – Ceará

Elizabeth Leal da Costa – Santana de Parnaíba

Elkynice Silva de Oliveira – Ceará

Ellen de Lima Fossa – Santana de Parnaíba

Elza Aparecida Alves Malandrin – Cambará

Emanuelle Christyne Rueda Alves – Paranaguá

Emília Helena da Silva Pedroso – Campina Grande do Sul

Erica Rodrigues da Silva – Campina Grande do Sul

Eva Maria Gomes – Ceará

Evandro Albino Meurer – Pitanga

Fabio Gonçalves Fernandes – Entre Rios do Oeste

Fabiola Soares Arcega – Paranaguá

Fátima Ludwig – Salto Veloso

Fernanda Aparecida Groscko – Pitanga

Fernanda Consoni – Arroio Trinta

Flavia Pereira Lima – Paranaguá

Franciele Manenti – Macieira

Franscisca Kelly Rocha de Sousa – Ceará

Geovana Meire Gomes de Albuquerque – Ceará

Giane Aparecida Mendes – Pitanga

Gicelda Inês Rigo Frochlich – Treze Tílias

Gisele Custódio da Veiga Ribeiro – Paranaguá

Irene Schafer Sperber – Rancho Queimado

Isabel Cristina Ferrari – Cerqueira César

Isabela Ribeiro Ferreira – Paranaguá

Ivone Bosa Cossa – Arroio Trinta

José Rivânio Mendes de Sousa – Ceará

José Werley Carvalho Braga – Cabreúva

Josiely de Oliveira Santos Corrêa – Paranaguá

Jovana Nunes da Silva – Jacarezinho

Juliana Jorge de Moraes Sarto – Águas de São Pedro

Juliana Saade Jose – Passos Maia

Julita Maria Campos Werlang – Pinhalzinho

Karen Regina Alves – Campina Grande do Sul

Karine Hining Solivo – Pinhalzinho

Karize Morais Leandro – Paranaguá

Kátia Lima Teixeira Guimarães – Ceará

Kátia Raquel Dotta – Salto Veloso

Katia Rodrigues de Moura – Santana de Parnaíba

Kelly Cristini Neuhaus Schmitz – Rancho Queimado

Keren Regina dos Santos Ignacheski – Turvo

Késia Miria Iagla Bueno – Roncador

Laura Cristini do Nascimento Amorim Corrêa – Paranaguá

Leidiane Maria Melo Rodrigues – Ceará

Lenir Angélica Tomaz Madaloz – Santana de Parnaíba

Lilian Ferrarini – Campina Grande do Sul

Lilian Macedo Borba – Paranaguá

Lodomira Ferreira de Moraes – Cambará

Lucely Aparecida Marques de Souza – Alto Garças

Lúcia Helena Soares Braga – Ceará

Luciana Martines do Nascimento – Santana de Parnaíba

Luciana Pinheiro Dos Santos Nogueira – Ilha Solteira

Luciane Andréa da Silva Oliveira – Jacarezinho

Luciane Faber Didomênico – Fraiburgo

Luciane Godoy Bonafini – Paranaguá

Luciane Regina Jacinto Smanioto – Paranaguá

Luciano Pereira da Silva – Santana de Parnaíba

Lucilene de Moura – Campina Grande do Sul

Luiza Bortolaci Pioner – Entre Rios do Oeste

Luziana da Silva Lima – Ceará

Mara Lucia Darivda Orlandi – Cambará

Mara Lúcia Martins dos Santos – Paranaguá

Marcela De Lima Carneiro – Paranaguá

Marcia Alexandra Andrade Ferreira – Santana de Parnaíba

Marcia Marques Monteiro de Castro – Roncador

Marcos Paulo Pontes dos Santos – Paranaguá

Maria Aguinalda Costa Castelo – Ceará

Maria Antoniete Bruno – Ceará

Maria Aparecida Bilovus – Irati

Maria Cristina Zamperlini – Campina Grande do Sul

Maria da Glória – Fraiburgo

Maria das Dores de Lima – Águas de São Pedro

Maria do Carmo Generoso Fajardo – Campina Grande do Sul

Maria Izabelbotko de Almeida – Pitanga

Maria Markim Miczaliczen – Pitanga

Maria Patricia Morais Leal – Ceará

Maria Rosa Martins Mota – Santana de Parnaíba

Maria Valderez Serafim Delmiro – Sobral

Maria Vladenir da Silva Souza –

Marili Moreira Lopes – Paranaguá

Marines Silveira Nielsson – Vargeão

Maristela Rautta Bernardi – São Miguel do Oeste

Marlene de Oliveira Souza – Ilha Solteira

Marthina Anderle – Entre Rios do Oeste

Maryane Aparecida Moraes – São Sebastião da Amoreira

Matheus Edilberto Roth – Paranaguá

Mayra Gascia Justo – Cambará

Michele Aparecida Guerreiro – Jacarezinho

Michele da Conceição Pinto – Santana de Parnaíba

Michele Souza Schutz – Rancho Queimado

Michelle Soares Pereira – Santana de Parnaíba

Mira Carolina dos Santos Zela – Paranaguá

Mirla Lopes de Sousa Leal – Sobral

Nadir Correa Mendes – Paranaguá

Nadir Maciel de Lima – Campina Grande do Sul

Natanael Moreira de Araujo Filho – Santana de Parnaíba

Pamela Luana Facion Alcantara – Santana de Parnaíba

Patricia da Silva Mendes Paton Viegas – Ceará

Patricia Fortes de Arruda da Silva – Campina Grande do Sul

Paula Cristina Garcia Azevedo Frison – Paranaguá

Priscila Vanessa Dante – Águas de São Pedro

Regiane da Silva – Campina Grande do Sul

Regiane Farren – Pitanga

Regina Duarte de Moraes – Santana de Parnaíba

Reginalva Pereira de Olveira – Ceará

Renata de Almeida Gomes – Campina Grande do Sul

Renata Lopes dos Santos – Paranaguá

Rochelly Alves do Monte – Ceará

Rodicler Joana Ribeiro de Moraes – Santana de Parnaíba

Rodolpho Henrique Tomé Machado – Roncador

Rosana Aparecida de Souza Couto – Jacarezinho

Rosangela Lima da Rocha – Fraiburgo

Roseli Maria Machado – Fraiburgo

Roseli Terezinha Secco Felchilcher – Arroio Trinta

Rosemary Aparecido de Faria – Cabreúva

Rosemeire Maria Pinto – Santana de Parnaíba

Rosimara Rodrigues Ribeiro Borges – Campina Grande do Sul

Salete Czerniak – Arroio Trinta

Sandra Mara Gonçalves – Campina Grande do Sul

Sandra Schu – Entre Rios do Oeste

Silva Aparecida Silvestre – Cerqueira César

Silvana Bolzon – Arroio Trinta

Silvia Maria Moreira Gatti – Fraiburgo

Simare Kioko Maebara – Santana de Parnaíba

Simone Galerani de Araújo – Jacarezinho

Sirlei Rodrigues dos Santos Telles de Oliveira – Campo Verde

Sirléia Maria Passoni – Arroio Trinta

Sueli dos Santos – Jacarezinho

Suzana Mendes Magalhães – Ceará

Suzancarla Gonçalves Mera Lehr – Fraiburgo

Suzane Aparecida Pupo – Turvo

Tainara Rego dos Santos – Santana de Parnaíba

Tânia Regina Calazans dos Santos – Campina Grande do Sul

Teresa Maria Barbosa Brandão – Santana de Parnaíba

Thaiz Silva dos Santos – Campina Grande do Sul

Thays Porto de Jesus Cambi – Santana de Parnaíba

Tiago La Serra Boneberg – Santana de Parnaíba

Ueslei Lineker Martins da Silva – Paranaguá

Valdirene da Silva Oliveira – Pariquera-Açu

Valéria Pereira Carneiro – Ceará

Vanessa Aparecida Minetto – Cerqueira César

Vânia Carla Kozlowski – Arroio Trinta

Vânia Ferronatto – Arroio Trinta

Vera Elis Mendes – Paranaguá

Vera Lúcia Meneghetti – Paranaguá

Vilma de Fátima Suzanna – Santana de Parnaíba

Vitória Régia M. do Nascimento – Ceará

Wanderleia Mafra de Moura Correia – Paranaguá

Sônia Roberta Bento – Cabreúva

Editora Opet inicia projeto-piloto de formações pedagógicas online

Primeira formação foi com os professores do Colégio Galileu, de Sorocaba (SP)

A Editora Opet iniciou nesta semana, mais exatamente na segunda-feira (02), um projeto-piloto de formações pedagógicas digitais que vai aproximar ainda mais as escolas parceiras, desburocratizar o processo e fortalecer a sustentabilidade no nosso trabalho. Esse primeiro trabalho foi realizado com o Colégio Galileu, um grande parceiro na região de Sorocaba (SP), e envolveu a formação de professores da Educação Infantil, do Ensino Fundamental Anos Iniciais e também Anos Finais dos componentes de Língua Portuguesa, Inglês, Espanhol, História, Geografia, Matemática, Ciências, Arte e Educação Física.

“O Galileu é um parceiro de muitos anos, que está sempre aberto à inovação e às questões tecnológicas. Eles têm um trabalho muito interessante com os laboratórios de informática e com o nosso portal digital, onde, no ano passado, os professores fizeram uma formação online”, conta a supervisora pedagógica Silneia Chiquetto, responsável pelo trabalho com o Colégio Galileu. “Neste ano, a diretora Cristina Valera Baptista nos solicitou uma formação mais específica, por área. E nós pensamos que seria uma oportunidade de lançar o projeto-piloto”.

Direto do estúdio – Ajustados os detalhes, chegou-se ao formato online. Na Editora, os formadores se comunicaram a partir do recém-inaugurado estúdio de gravação em multimídia, que conta com equipamentos de última geração. A professora e assessora Karen Dias foi uma das formadoras, do Ensino Fundamental. “Eu achei a proposta muito interessante. No início, como é algo novo, fiquei um pouco nervosa, mas à medida que o trabalho foi acontecendo, me senti muito bem. A interação foi excelente!”, conta.

Para a diretora pedagógica do Colégio Galileu, professora Cristina Valera Baptista, a formação online por área foi um sucesso. “É uma inovação que nos aproximou ainda mais. A equipe gostou muito! Ela nos permitiu aumentar a troca de experiências e de vivências. E, em termos pedagógicos, o trabalho é muito rico. Construímos mais uma ponte para o conhecimento”, resume.

Poderoso e sustentável – Silneia Chiquetto destaca o fato de que as formações online são um recurso poderoso. E que funciona muito bem em relação a certos aspectos da educação, em especial no caso das escolas privadas. “Muitas vezes, por conta do relacionamento com as famílias, as escolas particulares têm dificuldade em reservar um dia inteiro para uma formação pedagógica presencial. Com essas formações online, é possível dinamizar o processo e distribuir o tempo de uma forma mais adequada para a escola”, observa. Silneia também destaca a importância desse recurso em relação à sustentabilidade, uma vez que ele substitui deslocamentos físicos – que podem chegar a milhares de quilômetros – sem prejuízos à formação dos professores. “É um recurso a mais, que passa a fazer parte do nosso trabalho com os professores e os gestores em todo o país.”

João Rodrigo Almeida, colaborador da área de Tecnologias Educacionais da Editora Opet e responsável pela condução técnica dos trabalhos, reforça o caráter de facilitação das ferramentas digitais. “A educação não pode prescindir de recursos tão importantes, que agilizam e aproximam as pessoas e os processos de formação pedagógica. E nós nos preparamos, com nosso estúdio, para oferecer os equipamentos adequados a uma comunicação de alta qualidade.” As formações online, aliás, são apenas uma parte das novidades que estão em andamento na Editora em relação às novas tecnologias. Elas incluem, por exemplo, a nova plataforma de recursos digitais da Editora, que está em fase final de desenvolvimento.

 

“Feito Criança”: Editora Opet apresenta sua nova coleção para a Educação Infantil

A Editora Opet apresentou oficialmente nesta semana sua nova coleção didática para a Educação Infantil, “Feito Criança”. Escrita pela pedagoga e editora pedagógica Ross Mary Strano Vieira (foto), a Coleção foi a primeira a ser inteiramente desenvolvida dentro do novo conceito editorial Opet. Esse conceito integra os materiais impressos a uma poderosa plataforma de recursos digitais.


No segmento público, ela vai substituir a Coleção “Brincar e Pensar”, escrita pela professora Regina Shudo, e também passará a ser oferecida como produto alternativo aos municípios parceiros no Ceará. No segmento privado, ela será disponibilizada no sistema de E-commerce da Editora Opet, com foco em escolas de menor porte.


“A Coleção Feito Criança foi organizada e escrita a partir de três grandes documentos: as Diretrizes teórico-metodológicas da própria Editora, que são fruto de uma ampla reflexão e de muito trabalho com educação, as Diretrizes Nacionais para a Educação Infantil e a Base Nacional Comum Curricular, que orienta a elaboração dos currículos para todo o país”, explica Ross Mary.
“A ideia é respeitar a realidade e promover o protagonismo da criança. É ela, afinal, que vai elaborar e vivenciar as experiências a partir do trabalho desenvolvido pelo professor.”


No caso dos professores, eles têm uma orientação detalhada, página a página, para o trabalho com a coleção. Além disso, eles contam com os recursos digitais da Plataforma Opet, que abrangem toda a fundamentação pedagógica do material, vídeos, contos tradicionais, músicas, materiais relativos a datas comemorativas e muitas atividades que podem ser desenvolvidas em sala e em outros ambientes de aprendizado, inclusive o da família.


A Coleção – Os livros da Coleção Feito Criança são anuais, isto é, há um livro para cada um dos cinco anos da Educação Infantil. “Nós escrevemos cada livro pensando nas possibilidades de trabalho fora da mesinha”, explica Ross Mary. “O material didático não tem a função de fazer a criança ficar sentada por horas fazendo tarefas. Ele propõe várias vivências fora da mesinha e até fora da sala de aula, e são elas que vão trazer desenvolvimento e aprendizagem para a criança. E, no retorno, é que ela vai registrar no material o que viveu. Ou seja: é um material fisicamente um pouco mais enxuto, mas com uma gama de vivências e possibilidades muito grande.”


Ross Mary acredita no sucesso da Coleção Feito Criança. “Foi um trabalho de muitos meses, que envolveu muitas pessoas – inclusive, a professora Regina Shudo, que fez a consultoria pedagógica – e muito cuidado em todos os aspectos, da iconografia à revisão de língua. E o material ficou alegre, comunicativo, atraente para a criança e interessante para o trabalho do professor.”


Sobre a autora – Ross Mary Strano Vieira é formada em Letras e Pedagogia, com especialização em Educação Infantil e em Literatura Infantil. Ela trabalha na Editora Opet há 15 anos.

Editora Opet no “Educa Ribeirão Preto”!

Nesta semana, nossas equipes comercial e pedagógica estiveram em Ribeirão Preto, um dos municípios mais importantes de São Paulo, participando do “Educa Ribeirão Preto”, promovido pela EDUCA – Excelência em Educação. O evento, que teve como tema “A BNCC, os currículos e os desafios da educação para o século XXI”, reuniu professores e gestores públicos e privados de cerca de 100 cidades do Estado de São Paulo para debates e palestras. E nós estivemos lá com um estande que atraiu a atenção de centenas de pessoas, interessadas em nossas soluções para a área pública.

A professora Magda Milanezi, supervisora do Ensino Fundamental I do município parceiro de Ilha Solteira, foi uma das visitantes. “Fiquei muito feliz em ver a Editora Opet aqui, em um evento tão importante. Nós adoramos o material Sefe. Foi o que escolhemos e com que trabalhamos. E estamos muito satisfeitos com essa opção!”, disse.

A professora Marialba Carneiro é responsável, na EDUCA, pela seleção dos conteúdos apresentados em eventos como o “Educa Ribeirão Preto”. Ela, que já foi presidente da seccional São Paulo da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME-SP), destacou o valor da marca Opet e a consonância dos materiais produzidos pela Editora em relação à BNCC. “É uma honra ter a Editora Opet presente nesse evento, que reúne tantos municípios paulistas, em especial os de menor porte. É um motivo de muito prestigio, especialmente quando vemos um material, do selo Sefe, de tamanha qualidade.”

O gerente comercial da Editora Opet para a área pública, Roberto Costacurta, ficou feliz com os resultados. “Fomos muito visitados. E, com o apoio das equipes comercial e pedagógica, mostramos os diferenciais do nosso material. A partir dos contatos feitos aqui, vamos reforçar nosso trabalho em todo o Estado de São Paulo.”

Editora Opet e Prefeitura de Curitiba fecham parceria para o ensino da Língua Inglesa nas escolas municipais

A Editora Opet e a prefeitura municipal de Curitiba lançaram oficialmente na noite de ontem (29) uma parceria para o ensino da Língua Inglesa. Serão atendidos cerca de quatro mil estudantes da rede municipal de ensino. O lançamento aconteceu em um dos auditórios da Secretaria Municipal de Educação e contou com a participação de cerca de 250 pessoas, entre gestores e professores de Língua Inglesa.
A partir do segundo semestre deste ano, professores e estudantes dos Anos Iniciais (Ensino Fundamental) passam a utilizar os materiais da Coleção “Joy!”, do selo educacional Sefe, da Editora Opet. Os materiais são de autoria da professora Vera Lúcia Rauta, pós-graduada em Ensino de Línguas Estrangeiras Modernas pela UTFPR, tradutora de livros da área médica e formadora pedagógica da Editora Opet.
Antes de serem selecionados para a parceria, os materiais da Coleção “Joy!” foram cuidadosamente analisados pela Secretaria de Educação, que também se reuniu com a autora, professora Vera Rauta, para conhecer os fundamentos e as articulações pedagógicas do trabalho.
Agradecimento – Durante a cerimônia, a superintendente da Editora Opet, Cristina Swiatovski, falou sobre a grande alegria que é firmar uma parceria com a capital paranaense. “O Grupo Educacional Opet nasceu em Curitiba há quase 50 anos. Hoje, temos entre nossos parceiros cidades como Fortaleza, Sobral, Santana de Parnaíba, Chapecó e Paranaguá. E, por incrível que pareça, nunca havíamos fechado uma parceria com nossa própria cidade! Isso está acontecendo agora, em um momento muito especial, de inovação e promoção do conhecimento. Estamos muito agradecidos!”.
Pela parceria, a Editora Opet cederá os materiais didáticos aos professores e estudantes, e o município bancará as formações e assessoria pedagógica dos docentes.
Inovação – A secretária municipal de Educação de Curitiba, Maria Sílvia Bacila, destacou a importância da parceria em um momento em que a educação pública curitibana trabalha para avançar ainda mais em qualidade, focando em aspectos como a inovação e a internacionalização.
“Eu fico grata pela Editora Opet abraçar essa causa junto conosco. Estamos efetivamente democratizando o acesso a línguas estrangeiras a todos os alunos da nossa rede municipal pública de ensino que já estejam em um momento da alfabetização em que há possibilidade de aprender uma segunda língua.” Além do Inglês, a prefeitura também vai oferecer as disciplinas de Italiano e Espanhol.
Afeto pela Língua Inglesa – Na noite de ontem, logo após o lançamento oficial da parceria, a professora Vera Rauta falou pela primeira vez aos professores. Ela explicou sua relação de afeto pela Língua Inglesa, surgida quando ainda estudava na escola pública, e detalhou seu caminho como professora de Inglês.

Uma formação gigante em Santana de Parnaíba!

As atividades levaram 30 formadores da Editora a Santana e foram realizadas em três colégios municipais.
O trabalho envolveu o conhecimento e o aprofundamento didático-pedagógico em relação aos conteúdos do semestre nos vários componentes curriculares.

Na semana que passou estivemos em Santana de Parnaíba, município paulista que é um dos principais parceiros da Editora Opet. Lá, junto com a equipe da Secretaria Municipal de Educação, fizemos a formação semestral de cerca de 800 professores e gestores! As atividades levaram 30 formadores da Editora a Santana e foram realizadas em três colégios municipais.


Formação semestral – Editora Opet/ Santana
de Parnaíba


O trabalho envolveu o conhecimento e o aprofundamento didático-pedagógico em relação aos conteúdos do semestre nos vários componentes curriculares.
As formações, como observa a gestora pedagógica Cliciane Élen, tiveram como encaminhamento didático a abordagem criativa, o que possibilitou aos professores e gestores colocarem a mão na massa! Além disso, os agentes de organização escolar e oficiais administrativos assistiram uma palestra sobre Inteligência Socioemocional, tema estratégico.


Formação semestral – Editora Opet/ Santana
de Parnaíba

O secretário de Educação de Santana, Clecius Romagnoli, resumiu assim o trabalho: “Foi uma formação extremamente importante. Nosso sucesso nos indicadores da educação tem a ver com a formação constante dos professores, e com o conhecimento de novos processos didáticos e metodológicos. A receptividade pelos professores foi muito grande. É a maior que já tivemos em relação a um sistema de ensino.” Em tempo: Santana de Parnaíba foi o município da região metropolitana de São Paulo com maior crescimento do IDEB na última avaliação.

Editora Opet leva proposta de educação humana e cidadã para o RS

A Editora Opet participa, nos dias 23 a 25, em Gramado no “Educação para Transformação”, evento que vai reunir professores, gestores e palestrantes brasileiros e estrangeiros para debater alguns dos principais temas da educação brasileira na sede da FAURGS.

Um modelo de educação humana, cidadã e que aproxima as pessoas do conhecimento e as famílias da escola. Com essa proposta, a Editora Opet – empresa paranaense que é uma das mais tradicionais do país no segmento de sistemas de ensino – está ampliando sua presença no Rio Grande do Sul. Nos dias 23 a 25, estará em Gramado no “Educação para Transformação”, evento que vai reunir professores, gestores e palestrantes brasileiros e estrangeiros para debater alguns dos principais temas da educação brasileira na sede da FAURGS.
Fundada há 26 anos em Curitiba e parte do Grupo Educacional Opet, a Editora Opet atua em todas as regiões do país, atendendo redes públicas de ensino com o selo Sistema Educacional Família e Escola – Sefe e escolas privadas com o selo Opet Soluções Educacionais. Em seu estande em Gramado, a Editora apresentará seus materiais para os dois segmentos.
Parceiros – Entre os municípios que adotam os sistemas de ensino da Editora Opet estão campeões da educação como Sobral (CE), melhor IDEB do país, Santana de Parnaíba (SP) e Fortaleza (CE). “Ao longo dos anos, reunimos uma vasta experiência com a educação. Com materiais de alta qualidade, formações pedagógicas presenciais que são um diferencial e um trabalho que respeita as características de cada região”, observa o gerente comercial da Editora para o segmento público, Roberto Costacurta.
Especificamente na Região Sul, a Opet mantém parcerias educacionais com municípios há muitos anos. “Atualmente, atuamos em várias redes municipais de ensino do Paraná e de Santa Catarina oferecendo materiais para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental.” Entre os parceiros da Editora nos dois Estados estão Chapecó, Vargeão, Braço do Norte, Paranaguá, Irati e Cafelândia.
Em terras gaúchas –
“Agora, estamos ampliando nossa presença a partir de um evento educacional que já é tradicional no Rio Grande do Sul. Acreditamos ter muito a agregar em um Estado que já faz um trabalho importante com a educação.” Ele destaca a aproximação entre as escolas e as famílias, que permeia a proposta pedagógica Opet, e a atualização permanente das coleções e ferramentas pedagógicas segundo as leis que regem a educação brasileira.
Entre os materiais que serão apresentados no estande da Opet no “Educação para Transformação”, em Gramado, estão as coleções “Entrelinhas para Você”, “Caminhos e Vivências” e “Trilhas”, que são carros-chefes no segmento público. “São materiais com uma proposta de trabalho muito rica, que fortalece o processo de ensino aprendizagem e valoriza a criatividades dos professores”, observa Roberto.
Valor – Para o realizador do “Educação para Transformação”, Paulo Ferraz (da Ferraz Eventos), a participação da Editora Opet agrega valor ao evento e à experiência dos participantes. “Teremos representantes de 13 Estados, pessoas que estão em busca de atualização de conhecimentos, de produtos e serviços de qualidade. E, nesse sentido, a Editora Opet oferece qualidade.”
Serviço – O “Educação para Transformação” acontece de 23 a 25 de julho na sede da FAURGS, na Rua São Pedro, 63, Centro, Gramado. Informações sobre o evento podem ser obtidas em https://www.ferrazeventos.com.br/events/educacaoparatransformacao/.

Ubajara, parceiro Opet no Ceará, celebra conquista do prêmio Escola Nota 10

O último sábado (29) foi de festa em Ubajara, município parceiro da Editora Opet no Ceará. A prefeitura celebrou a conquista do prêmio “Escola Nota 10”, um dos mais importantes da educação público cearense. Ao todo, sete escolas municipais receberam o prêmio, o que colocou Ubajara na primeira colocação entre os oito municípios que compõem a microrregião de Ibiapaba, no noroeste do Estado.
O prêmio “Escola Nota 10” tem como base os resultados da alfabetização ao final do 2º ano dos Anos Iniciais e das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática ao final do 5º e 9º anos dos Anos Finais do Ensino Fundamental, obtidos a partir do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará, o SPAECE.
A secretária municipal de Educação de Ubajara, Susenilda Fernandes, destacou o compromisso da atual gestão com as escolas e, também, o valor da parceria com a Editora Opet. “Nós conhecemos os materiais do selo Sefe, da Editora Opet, em um seminário em Sobral. E percebemos que, com eles, teríamos um apoio importante ao nosso trabalho. Quando a parceria foi firmada, tivemos acesso a materiais de qualidade, assim como a formações e assessoria de qualidade.”

Professores de Ubajara na premiação do “Escola Nota 10”.


Susenilda ressaltou a atenção especial dada pelo município à Educação Infantil. “Estamos nos voltando para a base, para a Educação Infantil, que é muito importante.” E é exatamente esse o foco da parceria com a Editora Opet, que atende crianças e professores do Berçário ao Infantil 5.
O supervisor pedagógico da Editora Opet para o Ceará, Glaylson Rodrigues, parabenizou o município e destacou o empenho de todos por uma educação de alta qualidade. “A participação do prefeito, da secretária, dos gestores e, especialmente, dos professores, é fundamental. Somos sempre muito bem acolhidos e notamos o envolvimento das pessoas no processo da educação. O sucesso de Ubajara vem daí!”, observou.

O prefeito Rene de Almeida e o supervisor pedagógico Opet, Glaylson Rodrigues, na entrega dos materiais para o segundo semestre.


A premiação aconteceu em uma grande festa na sede da secretaria municipal de Educação, que reuniu professores, gestores, secretários e o prefeito Rene de Almeida Vasconcelos. Junto, aconteceu a entrega dos materiais da Editora Opet – do selo Sefe – para o segundo semestre. Em Ubajara, crianças e professores utilizam os livros da Coleção “Entrelinhas para Você”.

Santana de Parnaíba: uma parceria muito especial

No início da tarde desta quarta-feira (15), nosso estande na BETT Educar foi brindado com a presença de um parceiro muito especial, o secretário municipal de Educação de Santana de Parnaíba (SP), professor Clécius Romagnolli dos Santos. Ele destacou o valor da parceria e o crescimento mútuo. “Nossa parceria com a Editora Opet é um grande sucesso. Ela é construída em vários aspectos, começando pela formação dos professores, que é feita de acordo com as nossas necessidades específicas. Não é algo que ‘vem pronto’, mas que é construído em conjunto. Isso é muito importante.” A parceria com a Editora contempla todos os estudantes da rede municipal, da Educação Infantil ao Ensino Médio (em Santana, o Ensino Médio é municipalizado).

Um pouco de descontração: o secretário Clécius e a superintendente da Editora Opet, Cristina Swiatovski, nos balanços montados dentro do estande da Editora Opet na BETT Educar.


Para a Editora Opet, é um orgulho ser parceiro de um município como Santana de Parnaíba. Apenas para se ter uma ideia, em 2017 Santana registrou o maior crescimento do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) no Estado de São Paulo – fantásticos 32% em relação à avaliação anterior, de 2015 -, e tem o maior índice entre os 39 municípios da região metropolitana da capital paulista. Além disso, uma auditoria realizada pelo Instituto Ayrton Senna colocou Santana como o melhor município do país no desenvolvimento de competências socioemocionais, contempladas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e que são muito importantes para o desenvolvimento integral dos estudantes.

Entrevista do secretário Clécius ao canal de vídeos da Editora Opet.

Um fator que contribui para esses resultados é a aceitação dos professores em relação aos materiais da Editora Opet (do selo educacional Sefe). Os materiais são construídos a partir de uma abordagem focada na educação humana e cidadã. “A aceitação dos professores em relação aos materiais e às formações Opet é fantástica. Poucas vezes vi algo assim no município”, observou o secretário Clécius. Para a Editora Opet, é uma honra fazer parte dessa história!

Educação e Aproximação!

A manhã de quarta-feira foi de muita educação e de muita aproximação no estande da Editora Opet na BETT Educar 2019! A começar pela oficina ministrada pelo secretário de Educação de Sobral (CE), Herbert Lima. Ele falou sobre o sucesso da educação pública de Sobral, que alcançou o IDEB de 9,1, o maior do Brasil e um dos melhores do mundo! Sobral valoriza os professores, o currículo, as avaliações e os materiais didáticos! O município é parceiro da Editora Opet – juntos, atendemos 3.200 estudantes da Educação Infantil e do 2º ano do Ensino Fundamental.

Oficina com o secretário de Educação de Sobral, Herbert Lima.


Lucimari Hernandez, professora do Colégio Adventista de São José, participou da oficina e gostou muito. “A oficina foi de grande valia e mostrou que a aprendizagem significativa é possível em qualquer âmbito escolar, e serve de lição. Na rede privada, muitas vezes temos mais recursos e nem sempre alcançamos a nota do IDEB alcançada por Sobral. A palestra do secretário Herbert Mostrou que é possível chegar lá, sim!”

Professora Lucimari Hernandez: “A palestra do secretário Herbert mostrou que é possível, sim, chegar lá em relação ao IDEB.”
Entrevista do secretário Herbert para o canal de vídeos da Editora Opet.


O valor do material – O secretário Herbert Lima destacou a importância dos materiais da Editora Opet utilizados pelos professores e pelos estudantes de Sobral. “Os materiais da Editora Opet são de altíssima qualidade. Eles vão além, diversificam os conteúdos, contemplam todos os elementos e outras atividades. E também trazem o lúdico de uma maneira que promove o aprendizado. Estamos muito satisfeitos com os resultados desta pareceria!”.
Ainda na manhã desta quarta-feira, professores e mantenedores puderam participar da oficina com a professora Marina Rhinow, assessora pedagógica da Editora Opet. Ela falou sobre a implementação da BNCC para a Educação Infantil. À tarde, as oficinas continuam!!