Vencedores do 9º Prêmio Ação Destaque!

Uma cerimônia emocionante marcou, no final da manhã desta quarta-feira (09) em Curitiba, a divulgação do resultado final e a premiação do 9º Prêmio Ação Destaque, da Editora Opet. O prêmio valoriza e compartilha trabalhos desenvolvidos por professores e gestores parceiros da Editora Opet a partir dos materiais e ferramentas pedagógicas Sefe (área pública). Todos os finalistas receberam troféus e certificados. Os vencedores de cada categoria receberam, também, um cheque de R$ 2.000,00. Os segundos e terceiros colocados receberam um cheque de R$ 1.000,00 cada. Confira a lista com os nomes dos vencedores e também as fotos da premiação! Em nome da Editora Opet, agradecemos a todos pela participação – vocês são incríveis! Parabéns por seu trabalho e por fortalecer a educação pública do Brasil!

Categoria 01 – “Ações com Familiares”
1º lugar: Angela Maria Ribeiro Serafini – Fraiburgo (SC) – “Família, uma questão de afetividade”
2º lugar: Maria Antoniete Bruno – Fortaleza (CE) – “Tecendo afetos, fortalecendo laços entre a família e a escola”
3º lugar: Adriana Pirola Ansiliero – Arroio Trinta (SC) – “Abrindo as portas do coração!”

Categoria 02 – “Educação Infantil 0, 1, 2 e 3”
1º lugar: Karen Regina Alves – Campina Grande do Sul (PR) – “A importância da conservação da água na Educação Infantil”
2º lugar: Eglantina Melo Rocha – Sobral (CE) – “Higienização: aprendendo desde cedo a importância da construção desse hábito”
3º lugar: Ana Karina Falchetti – Salto Veloso (SC) – “Chuva ou sol? Gotas de curiosidade e raios de aprendizagem”

Categoria 03 – “Educação Infantil 4 e 5”
1º lugar: Ederli Margreiter de Moura – Treze Tílias (SC) – “Com a família e a escola quero estar porque aqui é o meu lugar”
2º lugar: Gilmara Ribeiro Alves – Jacarezinho (PR) – “Reciclar: um olhar para o futuro”
3º lugar: Sandra Schu – Entre Rios do Oeste (PR) – “Doce jornada: aprendendo sobre as abelhas e seus derivados”

Categoria 04 – “Ensino Fundamental Anos Iniciais, 1º ao 3º ano”
1º lugar: Mira Carolina dos Santos Zela – Paranaguá (PR) – “A necessidade da inserção de LIBRAS nas séries iniciais do Ensino Fundamental e o seu impacto social”
2º lugar: Geovana Meire Gomes de Albuquerque – Fortaleza (CE) – “Descobrindo saberes na trilha encantada na leitura”
3º lugar: Kátia Rodrigues de Moura – Santana de Parnaíba (SP) – “Projeto Motivação”

Categoria 05 – “Ensino Fundamental Anos Iniciais, 4º ao 5º ano”
1º lugar: Julita Maria Campos Werlang – Pinhalzinho (SC) – “Carta Escola”
2º lugar: Marili Moreira Lopes – Paranaguá (PR) – “Nos trilhos com a Matemática”

Categoria 06 – “Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio
1º lugar: Tiago La Serra Boneberg – Santana de Parnaíba (SP) – “Refúgio de imigrantes”
2º lugar: Luciana Martines do Nascimento – Santana de Parnaíba (SP) – “Luz, câmera, alunos em ação”

Categoria 07 – “Arte 1º ao 9º ano”
1º lugar: Andrea Mendes Avona – Santana de Parnaíba (SP) – “Arte presente”
2º lugar: Luciano Pereira da Silva – Santana de Parnaíba (SP) – “Orquestra da sucata – sustentabilidade – credibilidade”
3º lugar: Kátia Raquel Dotta – Salto Veloso (SC) – “O artista cria e representa a paisagem e, do lixo, também surge arte”

Categoria 08 – “Educação Física”
1º lugar: Elianer Fátima Linder Mayer – Salto Veloso (SC) – “Educação Física e os elementos da natureza: experiências de aprendizagem no 5º ano”
2º lugar: Mayra Garcia Justo – Cambará (PR) – “A educação física e a importância do brincar no ambiente escolar”
3º lugar: Luiza Bortolaci Pioner – Entre Rios do Oeste (PR) – “Construindo o brincar”

Categoria 09 – “Língua Estrangeira – Inglês”
1º lugar: Vanessa Aparecida Minetto – Cerqueira César (SP) – “Welcome to the English world, where traveling is learning”
2º lugar: Sirlei Rodrigues dos Santos T. de Oliveira – “Campo Verde” (MT) – “Friends”

Categoria 10 – “Gestão Escolar”
1º lugar: Thayz Porto de Jesus Cambi – Santana de Parnaíba (SP) – “Avaliação do Ensino Médio: indicadores de processos contínuos que promovem uma educação de qualidade”
2º lugar: Lenir Angélica Tomaz Madaloz – Santana de Parnaíba (SP) – “Gestão democrática na tomada de decisões, resolução de conflitos e a busca da melhoria na qualidade de ensino”
3º lugar: Ariane Cristina Xavier – Ilha Solteira (SP) – “Horário de trabalho pedagógico coletivo: ação e reflexão no trabalho docente”

Categoria 11 – “Educação Ambiental”
1º lugar: Débora Rederd França Vidal – Paranaguá (PR) – “Semeando aqui, colhendo acolá o ‘meu ambiente’ preciso conservar”
2º lugar: Denise Zimmermann Schuller – Arroio Trinta (SC) – “Conhecendo os biomas brasileiros”

Categoria 12 – “Aprendizagem Criativa: Projetos Inovadores”
1º lugar: Andressa Sangaletti – Treze Tílias (SC) – “Meditando na escola: o poder de mudar está dentro de mim!”
2º lugar: Ivoni Bosa Cossa – Arroio Trinta (SC) – “Um pedacinho da nossa história em cartão postal”
3º lugar: Luziana da Silva Lima – Fortaleza (CE) – “Super leitores: trilhando o saber, o prazer e o poder através da leitura”

Categoria “Sefe Indica”
Emanuelle Christyne Rueda Alves – Paranaguá (PR) – “Pesquisa e aprendizagem na formação em serviço – o diferencial da gestão pedagógica na transformação educacional!”

Clique aqui e confira mais imagens.

Editora Opet reúne professores de seis municípios de SC para formação pedagógica regional em Curitiba

Professores trocaram experiências e focaram no material didático Sefe

 

Uma jornada para o conhecimento tendo como elementos a cidade de Curitiba, a formação pedagógica, o contato e a troca de ideias com profissionais de ensino de outras realidades. Assim foi a segunda edição da Formação Pedagógica Regional de Santa Catarina, promovida nesta semana (no domingo e segunda-feira) pela Editora Opet na capital paranaense com professores e gestores dos municípios parceiros catarinenses de Arroio Trinta, Fraiburgo, Salto Veloso, Macieira, Treze Tílias e Vargeão.

“Ao todo, recebemos cerca de 180 pessoas, entre professores e gestores desses nossos parceiros do oeste de Santa Catarina”, explica o supervisor regional da Editora Opet para Santa Catarina, Nelson Bittencourt. “No domingo, os participantes foram divididos em dois grupos, que fizeram uma jornada cultural pela cidade, com visitas, por exemplo, ao Mercado Municipal, ao Museu Oscar Niemeyer e ao Jardim Botânico.”

Nelson destaca a importância estratégica da formação, que envolveu os professores da Educação Infantil, do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental, de Arte, Língua Inglesa e Educação Física. “Nosso foco foi o material didático e as ferramentas do Sefe, com direcionamento para o segundo semestre. É uma formação muito importante”, sintetiza.

Impressões da Formação – Para a professora Cristina Lazzarotti, coordenadora da equipe administrativa de Macieira, a adoção dos materiais Sefe ajudou a desenvolver a educação no município. “São livros realmente bons, e a equipe pedagógica que faz as formações nos ajuda a trabalhar com os materiais. Para os professores e os estudantes, isso é algo muito significativo.” Ela destaca a presença, nos livros, de várias atividades práticas, que dinamizam o trabalho e enriquecem a educação. Macieira compareceu à formação com uma equipe de 13 professores.

O município de Arroio Trinta levou 24 professores à formação pedagógica regional em Curitiba. A secretária municipal de Educação do município, professora Claudete Magro, destacou o valor do encontro como parte de algo maior: a busca do conhecimento. “Nós trouxemos nossos professores aqui para que eles pudessem conhecer mais, aprender mais e levar esses conteúdos para as nossas crianças.”

Segundo ela, os docentes gostam muito de trabalhar com a Editora Opet. “Nossos professores têm verdadeira paixão pelos materiais. E ele também é muito bem recebido pelos nossos alunos.” A coordenadora pedagógica Denise Zimmermann Schüller destaca o “desemparedamento” dos professores. “É importante tirar os docentes da sala de aula para que eles tenham novas perspectivas. Da mesma forma, é importante a interação com os professores de outros municípios, para conhecer as dificuldades e as conquistas também.

A secretária municipal de Educação, Cultura e Esporte de Fraiburgo, professora Tânia da Silva Ferreira, destaca a importância da integração entre os professores do município e deles com os professores dos demais municípios participantes do encontro. “Essas trocas de informações, de conhecimento, são fundamentais. Além disso, a saída da sala de aula para a vivência de experiências também é muito importante. Os nossos professores estão aprendendo muito, e de forma lúdica.”

A coordenadora da Educação Infantil de Fraiburgo, professora Michelly Ferlin Hildebrando dos Santos, destaca o entusiasmo do grupo de 39 pessoas que veio a Curitiba. “Nós trabalhamos há algum tempo com o Sefe e as nossas formações locais são excelentes. Vindo para cá, o trabalho foi ainda mais engrandecido. A equipe estava entusiasmada e está aproveitando muito”.

A secretária municipal de Educação de Vargeão, professora Carmen Raymundi, destaca a importância do intercâmbio de informações. “Estamos aqui, em Curitiba, junto com os professores de outros cinco municípios da nossa região. É a oportunidade não só de uma formação pedagógica importante, mas de uma troca de experiências e de conhecimentos com os professores de outras realidades. Isso, sem contar a oportunidade de os professores estarem saindo do seu local para ter novas experiências, analisar, refletir e avaliar seu próprio trabalho.” Vargeão levou 36 professores à formação regional no Paraná.

A parceria entre Vargeão e a Editora Opet entrou em seu terceiro ano. Segundo a secretária Carmen Raymundi, esse período foi avanços significativos. “A melhoria é visível em todos os aspectos – para a criança, para o professor e para a equipe gestora. É muito gratificante estar com o Sefe pelo acompanhamento, pela assessoria e pelo empenho de toda a equipe, que nos auxilia sempre. Cada dia, queremos estar mais perto do Sefe.”

Para a orientadora da Educação Infantil de Treze Tílias, professora Verônica Narita, a integração entre os professores é especialmente importante. “É a primeira vez que estamos participando da formação regional em Curitiba e esse conhecimento, essa integração, agrega muito. É muito importante para que nossos professores coloquem em prática o que viram aqui.”

Salto Veloso compareceu à formação com uma equipe de 26 profissionais da educação municipal, e o aproveitamento foi intenso. “Os professores estão interessados, dispostos e animados. E o trabalho do Sefe de trazê-los para Curitiba é muito importante”, diz o coordenador pedagógico da Educação Infantil do município, professor Alexandre Gatelli. “Isso apenas faz com que tenhamos ainda mais alegria em usar os materiais, que são muito completos.”

 

EXTRA – SAIU A RELAÇÃO DOS FINALISTAS DO IX PRÊMIO AÇÃO DESTAQUE!

A Editora Opet acaba de divulgar os trabalhos finalistas do IX Prêmio Ação Destaque! Confira os nomes dos autores e os trabalhos classificados! Nos dias 07, 08 e 09 de outubro, os finalistas estarão em Curitiba para apresentar seus trabalhos!

CATEGORIA 01 – “AÇÃO COM OS FAMILIARES”
ADRIANA PIROLA ANSILIERO (Arroio Trinta – SC) – “Abrindo as portas do coração!”
ANGELA MARIA RIBEIRO SERAFINI (Fraiburgo – SC) – “Família uma questão de afetividade”
MARIA ANTONIETE BRUNO (Fortaleza – CE) – “Tecendo afetos fortalecendo os laços entre a família e a escola”

CATEGORIA 02 – “EDUCAÇÃO INFANTIL – 1,2 E 3”
ANA KARINA FALCHETTI (Salto Veloso – SC) – “Chuva ou sol? Gotas de curiosidade e raios de aprendizagem”
EGLANTINA MELO ROCHA (Sobral – CE) – “Higienização: aprendendo desde cedo a importância da construção desse hábito”
KAREN REGINA ALVES (Campina Grande do Sul – PR) – “A importância da conservação da água na educação infantil”

CATEGORIA 03 – “EDUCAÇÃO INFANTIL 4 E 5”
EDERLI MARGREITER DE MÉLO (Treze Tílias – SC) – “Com a família e a escola quero estar, porque aqui é o meu lugar”
GILMARA RIBEIRO ALVES (Jacarezinho – PR) “Reciclar: um olhar para o futuro”
SANDRA SCHU (Entre Rios do Oeste – PR) – “Doce Jornada: Aprendendo sobre as abelhas e seus derivados”

CATEGORIA 4 – “ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS – 1º AO 3º ANO”
GEOVANA MEIRE GOMES DE ALBUQUERQUE   (Fortaleza – CE) – “Descobrindo saberes e sabores na trilha encantada da leitura!”
KATIA RODRIGUES DE MOURA (Santana de Parnaíba – SP) – “Projeto Motivação”
MIRA CAROLINA DOS SANTOS ZELA (Paranaguá – PR) – “A necessidade da inserção da Libras nas séries iniciais do Ensino Fundamental e o seu impacto social”

CATEGORIA 5 – “ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS – 4º AO 5º ANO”
JULITA MARIA CAMPOS WERLANG (Pinhalzinho – SC) – “Carta da Escola”
MARILI MOREIRA LOPES (Paranaguá – PR) – “Nos trilhos com a Matemática”

CATEGORIA 6 – “ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS – 6º AO 9º ANO E ENSINO MÉDIO”
LUCIANA MARTINES DO NASCIMENTO (Santana de Parnaíba – SP) – “Luz, câmera, alunos em ação!”
TIAGO LA SERRA BONEBERG (Santana de Parnaíba – SP) – “Refúgio dos Migrantes”

CATEGORIA 7 – “ARTE”
ANDREA MENDES AVONA (Santana de Parnaíba – SP) – “Arte Presente”
KÁTIA RAQUEL DOTTA  (Salto Veloso – SC) – “O artista cria e representa a paisagem, e do lixo também surge arte!”
LUCIANO PEREIRA DA SILVA (Santana de Parnaíba – SP) – “Orquestra de sucata – Sustentabilidade – credibilidade”

CATEGORIA 8 – “EDUCAÇÃO FÍSICA”
ELIANER FÁTIMA LINDER MAYER (Salto Veloso – SC) – “Educação Física e os elementos da natureza: experiências de aprendizagem no 5º ano”
LUIZA BORTOLACI PIONER (Entre Rios do Oeste – PR) – “Construindo o brincar”
MAYRA GASCIA JUSTO (Cambará – PR)  – “A Educação Física e a importância do brincar no ambiente escolar”

CATEGORIA 9 – “LÍNGUA ESTRANGEIRA”
SIRLEI RODRIGUES DOS SANTOS TELLES DE OLIVEIRA (Campo Verde – MT) – “Friends”
VANESSA APARECIDA MINETTO
(Cerqueira César – SP) – “Welcome to the English World, where traveling is learning”

CATEGORIA 10 – “GESTÃO ESCOLAR”
ARIANE CRISTINA XAVIER (Ilha Solteira – SP) – “Horário de trabalho pedagógico coletivo: ação e reflexão do trabalho docente”
LENIR ANGÉLICA TOMAZ MADALOZ (Santana de Parnaíba – SP) – “Gestão democrática na tomada de decisões, resolução de conflitos e busca de melhorias na qualidade do ensino”
THAYS PORTO DE JESUS CAMBI (Santana de Parnaíba – SP) – “Avaliação no Ensino Médio: indicadores de processos contínuos que promovem uma educação integral e digital”

CATEGORIA 11 – “EDUCAÇÃO AMBIENTAL”
DÉBORA REDERD FRANÇA VIDAL (Paranaguá – PR) – “Semeando aqui, colhendo acolá, o ‘meu ambiente’ preciso preservar”
DENISE ZIMMERMANN SCHULLER (Arroio Trinta – SC) – “Conhecendo os biomas brasileiros”

CATEGORIA 12 – “PROJETOS INOVADORES”
IVONI BOSA COSSA (Arroio Trinta – SC) – “Um pedacinho da nossa história em cartão-postal”
LUZIANA DA SILVA LIMA (Fortaleza – CE) – “Projeto Super leitores: Trilhando o saber, o prazer e o poder através da leitura”
ANDRESSA SANGALETTI (Treze Tílias – SC) “Meditando na escola: o poder de mudar está dentro de mim!”

“SEFE INDICA”
EMANUELLE CHRISTYNE RUEDA ALVES (Paranaguá – PR) – “Pesquisa e aprendizagem na formação em serviço – o diferencial da gestão pedagógica na transformação educacional”

EXTRA! EXTRA! Saiu a relação dos trabalhos inscritos para o IX Prêmio Ação Destaque!

Confira se o seu trabalho foi aprovado para apreciação pela comissão julgadora do prêmio. Atenção: o prazo final para o para envio de recursos é a próxima segunda-feira, dia 09 de setembro. Os recursos devem ser enviados para o e-mail pedagogico@opet-sefe.com.br

 

Adriana Pirola Ansiliero – Arroio Trinta

Adriane Ranieri Leal – Santana de Parnaíba

Aletheia Cristiane Blau – Alto Taquari

Aline Franciele Graebin Wutke – Nova Santa Rosa

Aline Montoia Santos Duarte – Santana de Parnaíba

Aline Regina de Oliveira – Arroio Trinta

Aline Risso Sousa Rodrigues – Santana de Parnaíba

Aline Roberta da Silva – Jacarezinho

Alisandra Ribeiro – Santana de Parnaíba

Ana Claudia Cury – Santana de Parnaíba

Ana Cláudia da Silva Cardoso – Santana de Parnaíba

Ana Cristina de Jesus Oliveira – Santana de Parnaíba

Ana Cristina dos Santos Dzoba – Pitanga

Ana Karina Falchetti – Salto Veloso

Ana Karoline Lopes de Sousa – Ceará

Ana Lucia Ribeiro dos Santos – Fraiburgo

Ana Paula Pedrina – Cambará

Andrea Mendes Avona – Santana de Parnaíba

Andreia Ap. Rangel Santos – Santana de Parnaíba

Andréia Aparecida dos Santos – Cambará

Andreia do Amaral Rodrigues Jesus – Campina Grande do Sul

Andreia Maria de Jesus Ricardo – Jacarezinho

Andressa Sangaletti – Treze Tílias

Andrieli Cristiane Gonçalves Pozzer – Pinhalzinho

Angela Cristina de Oliveira Almeida – Cambará

Angela Ferreira de Moraes – Campina Grande do Sul

Angela Maria Ribeiro Serafini – Fraiburgo

Aparecida Gomes Freire – Santana de Parnaíba

Ariane Angelita de Oliveira – São Miguel do Oeste

Ariane Cristina Xavier – Ilha Solteira

Beivetti Brasili Branco – Santana de Parnaíba

Benilda Loch Blau – Pitanga

Benildes Madureira Barcelos – Alto Taquari

Bernadete Ferrari Vargas – Campina Grande do Sul

Bernadete Gurnaski de Lima – Turvo

Carina Aparecida Stadler – Pitanga

Carlos André Lourenço e Silva – Santana de Parnaíba

Carolina Rochelli Policarpo Ventura – Paranaguá

Cássia Neves Rodrigues Costa – Alto Taquari

Cátia Juliana Esídio Santana – Santana de Parnaíba

Celene Taborda – Pitanga

Cintia Natania da Silva Rodrigues – Campina Grande do Sul

Claudia Regina Cavanha Cavalheiro – Campina Grande do Sul

Cledson da Silva – Pitanga

Cliciane de Souza Meduna – Paranaguá

Cristiana Aragão Lima – Ceará

Cristiane Ferreira de Souza – Campina Grande do Sul

Cristiane Rigo Goberte – Vargeão

Cristielaine Aparecida Alves de Souza – Santana de Parnaíba

Daniela Aparecida Bartolomeu Bagali – Cerqueira César

Danielle Moreira Francisco – Paranaguá

Daniely do Rosário – Paranaguá

Débora Rederd França Vidal – Paranaguá

Deisy Estela Santiago Heringer Avelar – Santana de Parnaíba

Denise Regina Wagner Tortato – Entre Rios do Oeste

Denise Zimmermann Schuller – Arroio Trinta

Diana Leticia Chiodelli – Chapecó

Dilliany da Silva Marques – Sobral

Dinalda Andrade Vicente Bento – Cerqueira César

Dirce Aparecida Pereira Dos Santos – Pitanga

Ederli Margreiter de Mélo – Treze Tílias

Edilaine Aparecida Moreto Vilar – Águas de São Pedro

Edna Regina Albini Pereira Kaminski – Paranaguá

Eglantina Melo Rocha – Sobral

Elaine Cistina Oliveira da Silva Prado – Alto Taquari

Eliane Garcia Dantas – Campina Grande do Sul

Eliane Maria Kremer – Pinhalzinho

Elianer Fátima Linder Mayer – Salto Veloso

Eliciane Cristina de Oliveira Cegatte Arantes – Cambará

Elisandra Aparecida Czekalski – Irati

Elisandra Cristina dos Santos Galo – Santana de Parnaíba

Elisangela Silva de Castro – Ceará

Elizabeth Leal da Costa – Santana de Parnaíba

Elkynice Silva de Oliveira – Ceará

Ellen de Lima Fossa – Santana de Parnaíba

Elza Aparecida Alves Malandrin – Cambará

Emanuelle Christyne Rueda Alves – Paranaguá

Emília Helena da Silva Pedroso – Campina Grande do Sul

Erica Rodrigues da Silva – Campina Grande do Sul

Eva Maria Gomes – Ceará

Evandro Albino Meurer – Pitanga

Fabio Gonçalves Fernandes – Entre Rios do Oeste

Fabiola Soares Arcega – Paranaguá

Fátima Ludwig – Salto Veloso

Fernanda Aparecida Groscko – Pitanga

Fernanda Consoni – Arroio Trinta

Flavia Pereira Lima – Paranaguá

Franciele Manenti – Macieira

Franscisca Kelly Rocha de Sousa – Ceará

Geovana Meire Gomes de Albuquerque – Ceará

Giane Aparecida Mendes – Pitanga

Gicelda Inês Rigo Frochlich – Treze Tílias

Gisele Custódio da Veiga Ribeiro – Paranaguá

Irene Schafer Sperber – Rancho Queimado

Isabel Cristina Ferrari – Cerqueira César

Isabela Ribeiro Ferreira – Paranaguá

Ivone Bosa Cossa – Arroio Trinta

José Rivânio Mendes de Sousa – Ceará

José Werley Carvalho Braga – Cabreúva

Josiely de Oliveira Santos Corrêa – Paranaguá

Jovana Nunes da Silva – Jacarezinho

Juliana Jorge de Moraes Sarto – Águas de São Pedro

Juliana Saade Jose – Passos Maia

Julita Maria Campos Werlang – Pinhalzinho

Karen Regina Alves – Campina Grande do Sul

Karine Hining Solivo – Pinhalzinho

Karize Morais Leandro – Paranaguá

Kátia Lima Teixeira Guimarães – Ceará

Kátia Raquel Dotta – Salto Veloso

Katia Rodrigues de Moura – Santana de Parnaíba

Kelly Cristini Neuhaus Schmitz – Rancho Queimado

Keren Regina dos Santos Ignacheski – Turvo

Késia Miria Iagla Bueno – Roncador

Laura Cristini do Nascimento Amorim Corrêa – Paranaguá

Leidiane Maria Melo Rodrigues – Ceará

Lenir Angélica Tomaz Madaloz – Santana de Parnaíba

Lilian Ferrarini – Campina Grande do Sul

Lilian Macedo Borba – Paranaguá

Lodomira Ferreira de Moraes – Cambará

Lucely Aparecida Marques de Souza – Alto Garças

Lúcia Helena Soares Braga – Ceará

Luciana Martines do Nascimento – Santana de Parnaíba

Luciana Pinheiro Dos Santos Nogueira – Ilha Solteira

Luciane Andréa da Silva Oliveira – Jacarezinho

Luciane Faber Didomênico – Fraiburgo

Luciane Godoy Bonafini – Paranaguá

Luciane Regina Jacinto Smanioto – Paranaguá

Luciano Pereira da Silva – Santana de Parnaíba

Lucilene de Moura – Campina Grande do Sul

Luiza Bortolaci Pioner – Entre Rios do Oeste

Luziana da Silva Lima – Ceará

Mara Lucia Darivda Orlandi – Cambará

Mara Lúcia Martins dos Santos – Paranaguá

Marcela De Lima Carneiro – Paranaguá

Marcia Alexandra Andrade Ferreira – Santana de Parnaíba

Marcia Marques Monteiro de Castro – Roncador

Marcos Paulo Pontes dos Santos – Paranaguá

Maria Aguinalda Costa Castelo – Ceará

Maria Antoniete Bruno – Ceará

Maria Aparecida Bilovus – Irati

Maria Cristina Zamperlini – Campina Grande do Sul

Maria da Glória – Fraiburgo

Maria das Dores de Lima – Águas de São Pedro

Maria do Carmo Generoso Fajardo – Campina Grande do Sul

Maria Izabelbotko de Almeida – Pitanga

Maria Markim Miczaliczen – Pitanga

Maria Patricia Morais Leal – Ceará

Maria Rosa Martins Mota – Santana de Parnaíba

Maria Valderez Serafim Delmiro – Sobral

Maria Vladenir da Silva Souza –

Marili Moreira Lopes – Paranaguá

Marines Silveira Nielsson – Vargeão

Maristela Rautta Bernardi – São Miguel do Oeste

Marlene de Oliveira Souza – Ilha Solteira

Marthina Anderle – Entre Rios do Oeste

Maryane Aparecida Moraes – São Sebastião da Amoreira

Matheus Edilberto Roth – Paranaguá

Mayra Gascia Justo – Cambará

Michele Aparecida Guerreiro – Jacarezinho

Michele da Conceição Pinto – Santana de Parnaíba

Michele Souza Schutz – Rancho Queimado

Michelle Soares Pereira – Santana de Parnaíba

Mira Carolina dos Santos Zela – Paranaguá

Mirla Lopes de Sousa Leal – Sobral

Nadir Correa Mendes – Paranaguá

Nadir Maciel de Lima – Campina Grande do Sul

Natanael Moreira de Araujo Filho – Santana de Parnaíba

Pamela Luana Facion Alcantara – Santana de Parnaíba

Patricia da Silva Mendes Paton Viegas – Ceará

Patricia Fortes de Arruda da Silva – Campina Grande do Sul

Paula Cristina Garcia Azevedo Frison – Paranaguá

Priscila Vanessa Dante – Águas de São Pedro

Regiane da Silva – Campina Grande do Sul

Regiane Farren – Pitanga

Regina Duarte de Moraes – Santana de Parnaíba

Reginalva Pereira de Olveira – Ceará

Renata de Almeida Gomes – Campina Grande do Sul

Renata Lopes dos Santos – Paranaguá

Rochelly Alves do Monte – Ceará

Rodicler Joana Ribeiro de Moraes – Santana de Parnaíba

Rodolpho Henrique Tomé Machado – Roncador

Rosana Aparecida de Souza Couto – Jacarezinho

Rosangela Lima da Rocha – Fraiburgo

Roseli Maria Machado – Fraiburgo

Roseli Terezinha Secco Felchilcher – Arroio Trinta

Rosemary Aparecido de Faria – Cabreúva

Rosemeire Maria Pinto – Santana de Parnaíba

Rosimara Rodrigues Ribeiro Borges – Campina Grande do Sul

Salete Czerniak – Arroio Trinta

Sandra Mara Gonçalves – Campina Grande do Sul

Sandra Schu – Entre Rios do Oeste

Silva Aparecida Silvestre – Cerqueira César

Silvana Bolzon – Arroio Trinta

Silvia Maria Moreira Gatti – Fraiburgo

Simare Kioko Maebara – Santana de Parnaíba

Simone Galerani de Araújo – Jacarezinho

Sirlei Rodrigues dos Santos Telles de Oliveira – Campo Verde

Sirléia Maria Passoni – Arroio Trinta

Sueli dos Santos – Jacarezinho

Suzana Mendes Magalhães – Ceará

Suzancarla Gonçalves Mera Lehr – Fraiburgo

Suzane Aparecida Pupo – Turvo

Tainara Rego dos Santos – Santana de Parnaíba

Tânia Regina Calazans dos Santos – Campina Grande do Sul

Teresa Maria Barbosa Brandão – Santana de Parnaíba

Thaiz Silva dos Santos – Campina Grande do Sul

Thays Porto de Jesus Cambi – Santana de Parnaíba

Tiago La Serra Boneberg – Santana de Parnaíba

Ueslei Lineker Martins da Silva – Paranaguá

Valdirene da Silva Oliveira – Pariquera-Açu

Valéria Pereira Carneiro – Ceará

Vanessa Aparecida Minetto – Cerqueira César

Vânia Carla Kozlowski – Arroio Trinta

Vânia Ferronatto – Arroio Trinta

Vera Elis Mendes – Paranaguá

Vera Lúcia Meneghetti – Paranaguá

Vilma de Fátima Suzanna – Santana de Parnaíba

Vitória Régia M. do Nascimento – Ceará

Wanderleia Mafra de Moura Correia – Paranaguá

Sônia Roberta Bento – Cabreúva

Editora Opet inicia projeto-piloto de formações pedagógicas online

Primeira formação foi com os professores do Colégio Galileu, de Sorocaba (SP)

A Editora Opet iniciou nesta semana, mais exatamente na segunda-feira (02), um projeto-piloto de formações pedagógicas digitais que vai aproximar ainda mais as escolas parceiras, desburocratizar o processo e fortalecer a sustentabilidade no nosso trabalho. Esse primeiro trabalho foi realizado com o Colégio Galileu, um grande parceiro na região de Sorocaba (SP), e envolveu a formação de professores da Educação Infantil, do Ensino Fundamental Anos Iniciais e também Anos Finais dos componentes de Língua Portuguesa, Inglês, Espanhol, História, Geografia, Matemática, Ciências, Arte e Educação Física.

“O Galileu é um parceiro de muitos anos, que está sempre aberto à inovação e às questões tecnológicas. Eles têm um trabalho muito interessante com os laboratórios de informática e com o nosso portal digital, onde, no ano passado, os professores fizeram uma formação online”, conta a supervisora pedagógica Silneia Chiquetto, responsável pelo trabalho com o Colégio Galileu. “Neste ano, a diretora Cristina Valera Baptista nos solicitou uma formação mais específica, por área. E nós pensamos que seria uma oportunidade de lançar o projeto-piloto”.

Direto do estúdio – Ajustados os detalhes, chegou-se ao formato online. Na Editora, os formadores se comunicaram a partir do recém-inaugurado estúdio de gravação em multimídia, que conta com equipamentos de última geração. A professora e assessora Karen Dias foi uma das formadoras, do Ensino Fundamental. “Eu achei a proposta muito interessante. No início, como é algo novo, fiquei um pouco nervosa, mas à medida que o trabalho foi acontecendo, me senti muito bem. A interação foi excelente!”, conta.

Para a diretora pedagógica do Colégio Galileu, professora Cristina Valera Baptista, a formação online por área foi um sucesso. “É uma inovação que nos aproximou ainda mais. A equipe gostou muito! Ela nos permitiu aumentar a troca de experiências e de vivências. E, em termos pedagógicos, o trabalho é muito rico. Construímos mais uma ponte para o conhecimento”, resume.

Poderoso e sustentável – Silneia Chiquetto destaca o fato de que as formações online são um recurso poderoso. E que funciona muito bem em relação a certos aspectos da educação, em especial no caso das escolas privadas. “Muitas vezes, por conta do relacionamento com as famílias, as escolas particulares têm dificuldade em reservar um dia inteiro para uma formação pedagógica presencial. Com essas formações online, é possível dinamizar o processo e distribuir o tempo de uma forma mais adequada para a escola”, observa. Silneia também destaca a importância desse recurso em relação à sustentabilidade, uma vez que ele substitui deslocamentos físicos – que podem chegar a milhares de quilômetros – sem prejuízos à formação dos professores. “É um recurso a mais, que passa a fazer parte do nosso trabalho com os professores e os gestores em todo o país.”

João Rodrigo Almeida, colaborador da área de Tecnologias Educacionais da Editora Opet e responsável pela condução técnica dos trabalhos, reforça o caráter de facilitação das ferramentas digitais. “A educação não pode prescindir de recursos tão importantes, que agilizam e aproximam as pessoas e os processos de formação pedagógica. E nós nos preparamos, com nosso estúdio, para oferecer os equipamentos adequados a uma comunicação de alta qualidade.” As formações online, aliás, são apenas uma parte das novidades que estão em andamento na Editora em relação às novas tecnologias. Elas incluem, por exemplo, a nova plataforma de recursos digitais da Editora, que está em fase final de desenvolvimento.

 

“Feito Criança”: Editora Opet apresenta sua nova coleção para a Educação Infantil

A Editora Opet apresentou oficialmente nesta semana sua nova coleção didática para a Educação Infantil, “Feito Criança”. Escrita pela pedagoga e editora pedagógica Ross Mary Strano Vieira (foto), a Coleção foi a primeira a ser inteiramente desenvolvida dentro do novo conceito editorial Opet. Esse conceito integra os materiais impressos a uma poderosa plataforma de recursos digitais.


No segmento público, ela vai substituir a Coleção “Brincar e Pensar”, escrita pela professora Regina Shudo, e também passará a ser oferecida como produto alternativo aos municípios parceiros no Ceará. No segmento privado, ela será disponibilizada no sistema de E-commerce da Editora Opet, com foco em escolas de menor porte.


“A Coleção Feito Criança foi organizada e escrita a partir de três grandes documentos: as Diretrizes teórico-metodológicas da própria Editora, que são fruto de uma ampla reflexão e de muito trabalho com educação, as Diretrizes Nacionais para a Educação Infantil e a Base Nacional Comum Curricular, que orienta a elaboração dos currículos para todo o país”, explica Ross Mary.
“A ideia é respeitar a realidade e promover o protagonismo da criança. É ela, afinal, que vai elaborar e vivenciar as experiências a partir do trabalho desenvolvido pelo professor.”


No caso dos professores, eles têm uma orientação detalhada, página a página, para o trabalho com a coleção. Além disso, eles contam com os recursos digitais da Plataforma Opet, que abrangem toda a fundamentação pedagógica do material, vídeos, contos tradicionais, músicas, materiais relativos a datas comemorativas e muitas atividades que podem ser desenvolvidas em sala e em outros ambientes de aprendizado, inclusive o da família.


A Coleção – Os livros da Coleção Feito Criança são anuais, isto é, há um livro para cada um dos cinco anos da Educação Infantil. “Nós escrevemos cada livro pensando nas possibilidades de trabalho fora da mesinha”, explica Ross Mary. “O material didático não tem a função de fazer a criança ficar sentada por horas fazendo tarefas. Ele propõe várias vivências fora da mesinha e até fora da sala de aula, e são elas que vão trazer desenvolvimento e aprendizagem para a criança. E, no retorno, é que ela vai registrar no material o que viveu. Ou seja: é um material fisicamente um pouco mais enxuto, mas com uma gama de vivências e possibilidades muito grande.”


Ross Mary acredita no sucesso da Coleção Feito Criança. “Foi um trabalho de muitos meses, que envolveu muitas pessoas – inclusive, a professora Regina Shudo, que fez a consultoria pedagógica – e muito cuidado em todos os aspectos, da iconografia à revisão de língua. E o material ficou alegre, comunicativo, atraente para a criança e interessante para o trabalho do professor.”


Sobre a autora – Ross Mary Strano Vieira é formada em Letras e Pedagogia, com especialização em Educação Infantil e em Literatura Infantil. Ela trabalha na Editora Opet há 15 anos.

TECNOLOGIAS DIGITAIS

Jornada digital: Editora Opet inaugura seu estúdio de produção audiovisual

A Editora Opet inaugurou oficialmente ontem, segunda-feira (13) seu estúdio de produção audiovisual. O estúdio, que foi montado em uma sala especialmente reformada na sede da Editora, em Curitiba, é um elemento estratégico para o projeto de fortalecimento dos nossos sistemas de ensino no ambiente digital. “Optamos por fazer o estúdio aqui, em nossa própria sede, para ganhar agilidade e escala de produção. E trabalhamos com muito cuidado para fornecer todos os recursos necessários à demanda que vai surgir”, explica o coordenador de Tecnologias Digitais da Editora Opet, Luciano Rocha. “Nesse estúdio, vamos produzir peças em todos os formatos: videoaulas, fundamentação teórica em formato de vídeo, transmissões ao vivo para formações, tomadas externas e podcasts.”
Para tanto, a Editora investiu em equipamentos de última geração – câmeras digitais com capacidade de gravação em 4k, ilha de edição, set de iluminação profissional, jogos de cromaqui e fundo infinito, teleprompter, microfones profissionais e isolamento acústico. Além disso, conta com a experiência de um colaborador, João Rodrigo Almeida, que é especialista em tecnologias digitais e de comunicação, além de todos os demais colaboradores das gerências editorial e pedagógica. “Temos, agora, a estrutura e a equipe necessárias a atender a plataforma digital, e podemos investir e crescer ainda mais. Estamos dando um passo importante para colocar a Editora Opet na vanguarda dos sistemas de ensino – e isso vai acontecer em muito pouco tempo”, garante Luciano. Nesta semana, aliás, começam as gravações, com a equipe do Pedagógico, da fundamentação teórica das coleções produzidas pela Editora.
Para o diretor de produto da Editora Opet, Gilberto Soares dos Santos, a construção do estúdio é resultado do engajamento da equipe no projeto que vai colocar a Editora Opet entre as mais avançadas do país no cenário de recursos digitais em educação. “Em termos simbólicos, o estúdio representa a segunda fase do projeto. A primeira foi a de construção da plataforma que vai receber os conteúdos digitais e as novas mídias.” A data final prevista para o “embarque” dos primeiros conteúdos na plataforma é 19 de novembro. A plataforma irá ao ar em pleno funcionamento em meados de dezembro.

Ubajara, parceiro Opet no Ceará, celebra conquista do prêmio Escola Nota 10

O último sábado (29) foi de festa em Ubajara, município parceiro da Editora Opet no Ceará. A prefeitura celebrou a conquista do prêmio “Escola Nota 10”, um dos mais importantes da educação público cearense. Ao todo, sete escolas municipais receberam o prêmio, o que colocou Ubajara na primeira colocação entre os oito municípios que compõem a microrregião de Ibiapaba, no noroeste do Estado.
O prêmio “Escola Nota 10” tem como base os resultados da alfabetização ao final do 2º ano dos Anos Iniciais e das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática ao final do 5º e 9º anos dos Anos Finais do Ensino Fundamental, obtidos a partir do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará, o SPAECE.
A secretária municipal de Educação de Ubajara, Susenilda Fernandes, destacou o compromisso da atual gestão com as escolas e, também, o valor da parceria com a Editora Opet. “Nós conhecemos os materiais do selo Sefe, da Editora Opet, em um seminário em Sobral. E percebemos que, com eles, teríamos um apoio importante ao nosso trabalho. Quando a parceria foi firmada, tivemos acesso a materiais de qualidade, assim como a formações e assessoria de qualidade.”

Professores de Ubajara na premiação do “Escola Nota 10”.


Susenilda ressaltou a atenção especial dada pelo município à Educação Infantil. “Estamos nos voltando para a base, para a Educação Infantil, que é muito importante.” E é exatamente esse o foco da parceria com a Editora Opet, que atende crianças e professores do Berçário ao Infantil 5.
O supervisor pedagógico da Editora Opet para o Ceará, Glaylson Rodrigues, parabenizou o município e destacou o empenho de todos por uma educação de alta qualidade. “A participação do prefeito, da secretária, dos gestores e, especialmente, dos professores, é fundamental. Somos sempre muito bem acolhidos e notamos o envolvimento das pessoas no processo da educação. O sucesso de Ubajara vem daí!”, observou.

O prefeito Rene de Almeida e o supervisor pedagógico Opet, Glaylson Rodrigues, na entrega dos materiais para o segundo semestre.


A premiação aconteceu em uma grande festa na sede da secretaria municipal de Educação, que reuniu professores, gestores, secretários e o prefeito Rene de Almeida Vasconcelos. Junto, aconteceu a entrega dos materiais da Editora Opet – do selo Sefe – para o segundo semestre. Em Ubajara, crianças e professores utilizam os livros da Coleção “Entrelinhas para Você”.

Colaboradores da Editora celebram o Dia do Brincar

Na terça-feira (28), os colaboradores da Editora viveram uma tarde diferente. A partir de uma iniciativa do Pedagógico, houve uma celebração do Dia Internacional do Brincar, data que faz parte do calendário do UNICEF desde o ano 2000. Para a comemoração, o auditório da Editora foi transformado em uma sala de jogos, com brinquedos tradicionais – como jogos de tabuleiro, cartas e quebra-cabeças – e eletrônicos. A equipe foi dividida em grupos que brincaram por trinta minutos.

A atividade foi organizada pela assessora pedagógica Milena Nichel, responsável pelas formações da área de Educação Física. “Pensamos em fazer esse momento para comemorar a data e para liberar a criança que existe dentro de cada colaborador”, explica Milena. “E também para fortalecer a interação entre as pessoas.” Outros aspectos relevantes do brincar são o estímulo à criatividade e o compartilhamento de ideias entre colaboradores de diferentes setores, elementos essenciais em uma empresa que trabalha com educação.
Milena lembra que o brincar tem uma enorme importância no contexto da educação – “brincar é aprender”, resume –, e que jogos e brincadeiras também fazem parte do trabalho pedagógico da Editora Opet com os parceiros públicos e privados. Entre os jogos compartilhados com os professores nas formações estão o tangram, o xadrez e o betes.

Em primeira mão: as novidades editoriais Opet para 2020

Fazendo uso de uma licença quase poética, é possível afirmar que o Editorial da Editora Opet vive três momentos ao mesmo tempo. O primeiro é o da atualização das coleções e ferramentas que colocamos à disposição dos professores, gestores e famílias parceiras Opet. O segundo diz respeito ao desenvolvimento de novos materiais que atendam a dinâmica do mercado educacional. E o terceiro é o de olhar para um futuro próximo a partir de um trabalho de inteligência de mercado que nos antecipe às demandas.

“Estamos trabalhando em um ritmo acelerado para responder todas essas questões”, explica Eloiza Jaguelte Silva, gerente editorial. Ela destaca, nesse processo, o desenvolvimento dos novos materiais. Atualmente, são várias as frentes de trabalho, que envolvem os Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental, a Educação Infantil, a Gestão da Educação com foco na Avaliação e as ferramentas educacionais digitais. A seguir, vamos destacar cada um desses novos produtos.

Educação Infantil

Nova Coleção: “TRAÇOS, LETRAS E BRINCADEIRAS”

Atendendo à demanda de parceiros que utilizam as coleções de Educação Infantil por materiais complementares de caligrafia – que promovem a motricidade fina e o desenvolvimento cerebral das crianças –, em 2020 a Editora Opet vai lançar o livro “Traços, letras e brincadeiras”.

“Esse material foi elaborado considerando que o trabalho com a leitura e a escrita na Educação Infantil deve promover situações significativas de imersão na cultura letrada”, explica Eloiza. Para isso, as atividades que exercitam a habilidade manual e as que apresentam as letras do alfabeto têm como ponto de partida textos da cultura popular, como parlendas, quadrinhas, trava-línguas, adivinhas e cantigas, proporcionando um contexto lúdico e significativo para a participação da criança. “A cada página, o material traz uma nova atividade, um novo desafio e uma nova aprendizagem”, observa.

Novas bolsas para os materiais da Educação Infantil – Coleções “Entrelinhas para Você” e “English Party”

Quem utiliza materiais didáticos sabe o valor de uma bolsa de qualidade, que seja ao mesmo tempo prática e capaz de proteger os livros. Pensando nisso, a equipe editorial idealizou as novas bolsas dos materiais das duas coleções. Elas são produzidas com material leve e resistente, de cor vibrante e que possibilita a identificação de cada material da coleção. “É um produto sempre esperado pelos alunos e professores!”, diz Eloiza.

Ensino Fundamental – Livro do Professor da Coleção Cidadania – Anos Iniciais e Anos Finais

Para o ano letivo de 2020, os professores terão em mãos o Material do Professor da Coleção Cidadania para o Ensino Fundamental – Anos Iniciais e Anos Finais com nova formatação e soluções estratégicas para facilitar e dinamizar o trabalho do dia a dia.

“Com a nova estruturação do material, atendemos a uma demanda dos professores de ter em mãos, já no início do ano, todos os bimestres, tornando o trabalho de planejamento anual mais assertivo e eficiente”, explica Eloiza. “É, sem dúvida, um aprimoramento do material impresso que deve atender às expectativas dos professores e do mercado.” Como o material foi estruturado:

  • Para os Anos Iniciais:
  • Livros anuais no formato horizontal.
  • Fundamentação geral da coleção e específica de cada componente curricular.
  • Quadro com estrutura geral da coleção.
  • Quadro com os objetos de conhecimento (BNCC).
  • Orientações didáticas com as possibilidades de trabalho.
  • Referencial teórico.
  • Miniaturas das páginas do livro do aluno com orientações página a página e gabarito de respostas.
  • Para os Anos Finais:
  • Livros anuais por componente curricular.
  • Fundamentação geral da coleção e específica de cada componente curricular.
  • Quadro com estrutura geral da coleção.
  • Quadro com os objetos de conhecimento (BNCC).
  • Mapeamento da BNCC.
  • Livro do aluno com orientações página a página e gabarito de respostas.
  • Referencial teórico.

PROGRAMA inDICA

“A Editora Opet desenvolveu o Programa de Gestão da Educação – inDICA para avaliar os alunos de 5.º e 9.º anos do Ensino Fundamental em Língua Portuguesa e Matemática”, explica Eloiza. O objetivo é diagnosticar se os alunos desenvolveram as habilidades esperadas para cada componente curricular: na totalidade, parcialmente ou não desenvolveram. A avaliação externa oferece informações necessárias para auxiliar a equipe da escola na definição de um projeto de intervenção pedagógica para elevar os níveis de desempenho dos alunos. Com esse programa, a escola pode otimizar o esforço de ensino com estratégias direcionadas para cada aluno e nível de aprendizagem.

Ferramentas digitais

A Editora Opet já conta com uma plataforma digital – Opet Virtual –, que está sendo aprimorada para atender as demandas dos parceiros educacionais. A Editora, aliás, iniciou um processo de fortalecimento de sua equipe e de suas ferramentas digitais – a ideia é, em pouco tempo, colocar o nome Opet na vanguarda, com ferramentas e formas de interação digital inovadoras. “Estamos trabalhando com muito empenho nesse segmento para que, em breve, possamos oferecer soluções diferenciadas”, diz Eloiza. “É um processo de transformação do nosso próprio olhar, que, com certeza, trará frutos muito importantes para a educação.”