Parceiros da Editora Opet: Educação humana e cidadã no Oeste de SC

Nos dias 21, 22 e 23, estivemos no Oeste de Santa Catarina para trabalhar com nossos parceiros municipais em Vargeão, Pinhalzinho e Passos Maia.

Em Vargeão, as atividades aconteceram no dia 21 e envolveram uma visita técnica durante o dia e, à noite, um encontro com os familiares dos estudantes com o tema “A importância da Afetividade no processo de Formação Humana”.

Em Pinhalzinho, a visita técnica aconteceu no dia 22 e, no dia 23, em Passos Maia. O trabalho foi realizado pela assessora pedagógica Mara Dumke. “A visita técnica de acompanhamento pedagógico é o momento em que podemos acompanhar o desenvolvimento da proposta educacional”, explica o professor Nelson Bittencourt, supervisor pedagógico da Editora para o Estado de Santa Catarina. “Ela também permite avaliar o resultado das nossas ações e viabilizar futuras estratégias que contribuam para a melhora constante da ação didática”.

Em parceria com a Editora Opet, as redes municipais de educação de Vargeão, Pinhalzinho e Passos Maia promovem a educação cidadã, humana, transformadora e inovadora com a adoção dos materiais e ferramentas pedagógicas Sefe. Na região Oeste catarinense, a Editora Opet também está em Chapecó, Treze Tílias, Macieira, Arroio Trinta e Salto Veloso.

Editora Opet participa do 6º Fórum de Educação de Cabreúva

De 14 a 22 de outubro, o município paulista de Cabreúva – parceiro da Editora Opet há mais de uma década – realizou um de seus mais importantes eventos educacionais, o 6º Fórum de Educação de Cabreúva. O evento, que mobilizou professores, gestores e a comunidade, teve a nossa participação.

Dentro da parceria, levamos três palestrantes ao Fórum. Realizamos a palestra de encerramento do primeiro dia do evento, com o tema “Neurociência aplicada à aprendizagem e desenvolvimento”, com o professor Júlio Luchmann, e também as palestras “Formação do Professor no Âmbito da BNCC”, com a supervisora pedagógica Rubia da Costa, e “Escola e Família”, com a assessora pedagógica Márcia Ribeiro.

Atualmente, por meio do selo Sefe, oferecemos coleções, ferramentas pedagógicas e formações para os professores da rede municipal de Cabreúva. A parceria abrange os níveis 04 e 05 da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Além disso, também fazemos o trabalho com as avaliações diagnósticas para os estudantes do 5º ano.

Nos últimos anos, Cabreúva vem experimentando avanços importantes na educação municipal, como, por exemplo, um aumento expressivo do IDEB, que na última avaliação superou de forma significativa a meta prevista.

Vencedores do 9º Prêmio Ação Destaque!

Uma cerimônia emocionante marcou, no final da manhã desta quarta-feira (09) em Curitiba, a divulgação do resultado final e a premiação do 9º Prêmio Ação Destaque, da Editora Opet. O prêmio valoriza e compartilha trabalhos desenvolvidos por professores e gestores parceiros da Editora Opet a partir dos materiais e ferramentas pedagógicas Sefe (área pública). Todos os finalistas receberam troféus e certificados. Os vencedores de cada categoria receberam, também, um cheque de R$ 2.000,00. Os segundos e terceiros colocados receberam um cheque de R$ 1.000,00 cada. Confira a lista com os nomes dos vencedores e também as fotos da premiação! Em nome da Editora Opet, agradecemos a todos pela participação – vocês são incríveis! Parabéns por seu trabalho e por fortalecer a educação pública do Brasil!

Categoria 01 – “Ações com Familiares”
1º lugar: Angela Maria Ribeiro Serafini – Fraiburgo (SC) – “Família, uma questão de afetividade”
2º lugar: Maria Antoniete Bruno – Fortaleza (CE) – “Tecendo afetos, fortalecendo laços entre a família e a escola”
3º lugar: Adriana Pirola Ansiliero – Arroio Trinta (SC) – “Abrindo as portas do coração!”

Categoria 02 – “Educação Infantil 0, 1, 2 e 3”
1º lugar: Karen Regina Alves – Campina Grande do Sul (PR) – “A importância da conservação da água na Educação Infantil”
2º lugar: Eglantina Melo Rocha – Sobral (CE) – “Higienização: aprendendo desde cedo a importância da construção desse hábito”
3º lugar: Ana Karina Falchetti – Salto Veloso (SC) – “Chuva ou sol? Gotas de curiosidade e raios de aprendizagem”

Categoria 03 – “Educação Infantil 4 e 5”
1º lugar: Ederli Margreiter de Moura – Treze Tílias (SC) – “Com a família e a escola quero estar porque aqui é o meu lugar”
2º lugar: Gilmara Ribeiro Alves – Jacarezinho (PR) – “Reciclar: um olhar para o futuro”
3º lugar: Sandra Schu – Entre Rios do Oeste (PR) – “Doce jornada: aprendendo sobre as abelhas e seus derivados”

Categoria 04 – “Ensino Fundamental Anos Iniciais, 1º ao 3º ano”
1º lugar: Mira Carolina dos Santos Zela – Paranaguá (PR) – “A necessidade da inserção de LIBRAS nas séries iniciais do Ensino Fundamental e o seu impacto social”
2º lugar: Geovana Meire Gomes de Albuquerque – Fortaleza (CE) – “Descobrindo saberes na trilha encantada na leitura”
3º lugar: Kátia Rodrigues de Moura – Santana de Parnaíba (SP) – “Projeto Motivação”

Categoria 05 – “Ensino Fundamental Anos Iniciais, 4º ao 5º ano”
1º lugar: Julita Maria Campos Werlang – Pinhalzinho (SC) – “Carta Escola”
2º lugar: Marili Moreira Lopes – Paranaguá (PR) – “Nos trilhos com a Matemática”

Categoria 06 – “Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio
1º lugar: Tiago La Serra Boneberg – Santana de Parnaíba (SP) – “Refúgio de imigrantes”
2º lugar: Luciana Martines do Nascimento – Santana de Parnaíba (SP) – “Luz, câmera, alunos em ação”

Categoria 07 – “Arte 1º ao 9º ano”
1º lugar: Andrea Mendes Avona – Santana de Parnaíba (SP) – “Arte presente”
2º lugar: Luciano Pereira da Silva – Santana de Parnaíba (SP) – “Orquestra da sucata – sustentabilidade – credibilidade”
3º lugar: Kátia Raquel Dotta – Salto Veloso (SC) – “O artista cria e representa a paisagem e, do lixo, também surge arte”

Categoria 08 – “Educação Física”
1º lugar: Elianer Fátima Linder Mayer – Salto Veloso (SC) – “Educação Física e os elementos da natureza: experiências de aprendizagem no 5º ano”
2º lugar: Mayra Garcia Justo – Cambará (PR) – “A educação física e a importância do brincar no ambiente escolar”
3º lugar: Luiza Bortolaci Pioner – Entre Rios do Oeste (PR) – “Construindo o brincar”

Categoria 09 – “Língua Estrangeira – Inglês”
1º lugar: Vanessa Aparecida Minetto – Cerqueira César (SP) – “Welcome to the English world, where traveling is learning”
2º lugar: Sirlei Rodrigues dos Santos T. de Oliveira – “Campo Verde” (MT) – “Friends”

Categoria 10 – “Gestão Escolar”
1º lugar: Thayz Porto de Jesus Cambi – Santana de Parnaíba (SP) – “Avaliação do Ensino Médio: indicadores de processos contínuos que promovem uma educação de qualidade”
2º lugar: Lenir Angélica Tomaz Madaloz – Santana de Parnaíba (SP) – “Gestão democrática na tomada de decisões, resolução de conflitos e a busca da melhoria na qualidade de ensino”
3º lugar: Ariane Cristina Xavier – Ilha Solteira (SP) – “Horário de trabalho pedagógico coletivo: ação e reflexão no trabalho docente”

Categoria 11 – “Educação Ambiental”
1º lugar: Débora Rederd França Vidal – Paranaguá (PR) – “Semeando aqui, colhendo acolá o ‘meu ambiente’ preciso conservar”
2º lugar: Denise Zimmermann Schuller – Arroio Trinta (SC) – “Conhecendo os biomas brasileiros”

Categoria 12 – “Aprendizagem Criativa: Projetos Inovadores”
1º lugar: Andressa Sangaletti – Treze Tílias (SC) – “Meditando na escola: o poder de mudar está dentro de mim!”
2º lugar: Ivoni Bosa Cossa – Arroio Trinta (SC) – “Um pedacinho da nossa história em cartão postal”
3º lugar: Luziana da Silva Lima – Fortaleza (CE) – “Super leitores: trilhando o saber, o prazer e o poder através da leitura”

Categoria “Sefe Indica”
Emanuelle Christyne Rueda Alves – Paranaguá (PR) – “Pesquisa e aprendizagem na formação em serviço – o diferencial da gestão pedagógica na transformação educacional!”

Clique aqui e confira mais imagens.

TECNOLOGIAS DIGITAIS

Jornada digital: Editora Opet inaugura seu estúdio de produção audiovisual

A Editora Opet inaugurou oficialmente ontem, segunda-feira (13) seu estúdio de produção audiovisual. O estúdio, que foi montado em uma sala especialmente reformada na sede da Editora, em Curitiba, é um elemento estratégico para o projeto de fortalecimento dos nossos sistemas de ensino no ambiente digital. “Optamos por fazer o estúdio aqui, em nossa própria sede, para ganhar agilidade e escala de produção. E trabalhamos com muito cuidado para fornecer todos os recursos necessários à demanda que vai surgir”, explica o coordenador de Tecnologias Digitais da Editora Opet, Luciano Rocha. “Nesse estúdio, vamos produzir peças em todos os formatos: videoaulas, fundamentação teórica em formato de vídeo, transmissões ao vivo para formações, tomadas externas e podcasts.”
Para tanto, a Editora investiu em equipamentos de última geração – câmeras digitais com capacidade de gravação em 4k, ilha de edição, set de iluminação profissional, jogos de cromaqui e fundo infinito, teleprompter, microfones profissionais e isolamento acústico. Além disso, conta com a experiência de um colaborador, João Rodrigo Almeida, que é especialista em tecnologias digitais e de comunicação, além de todos os demais colaboradores das gerências editorial e pedagógica. “Temos, agora, a estrutura e a equipe necessárias a atender a plataforma digital, e podemos investir e crescer ainda mais. Estamos dando um passo importante para colocar a Editora Opet na vanguarda dos sistemas de ensino – e isso vai acontecer em muito pouco tempo”, garante Luciano. Nesta semana, aliás, começam as gravações, com a equipe do Pedagógico, da fundamentação teórica das coleções produzidas pela Editora.
Para o diretor de produto da Editora Opet, Gilberto Soares dos Santos, a construção do estúdio é resultado do engajamento da equipe no projeto que vai colocar a Editora Opet entre as mais avançadas do país no cenário de recursos digitais em educação. “Em termos simbólicos, o estúdio representa a segunda fase do projeto. A primeira foi a de construção da plataforma que vai receber os conteúdos digitais e as novas mídias.” A data final prevista para o “embarque” dos primeiros conteúdos na plataforma é 19 de novembro. A plataforma irá ao ar em pleno funcionamento em meados de dezembro.

Editora Opet no “Educa Ribeirão Preto”!

Nesta semana, nossas equipes comercial e pedagógica estiveram em Ribeirão Preto, um dos municípios mais importantes de São Paulo, participando do “Educa Ribeirão Preto”, promovido pela EDUCA – Excelência em Educação. O evento, que teve como tema “A BNCC, os currículos e os desafios da educação para o século XXI”, reuniu professores e gestores públicos e privados de cerca de 100 cidades do Estado de São Paulo para debates e palestras. E nós estivemos lá com um estande que atraiu a atenção de centenas de pessoas, interessadas em nossas soluções para a área pública.

A professora Magda Milanezi, supervisora do Ensino Fundamental I do município parceiro de Ilha Solteira, foi uma das visitantes. “Fiquei muito feliz em ver a Editora Opet aqui, em um evento tão importante. Nós adoramos o material Sefe. Foi o que escolhemos e com que trabalhamos. E estamos muito satisfeitos com essa opção!”, disse.

A professora Marialba Carneiro é responsável, na EDUCA, pela seleção dos conteúdos apresentados em eventos como o “Educa Ribeirão Preto”. Ela, que já foi presidente da seccional São Paulo da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME-SP), destacou o valor da marca Opet e a consonância dos materiais produzidos pela Editora em relação à BNCC. “É uma honra ter a Editora Opet presente nesse evento, que reúne tantos municípios paulistas, em especial os de menor porte. É um motivo de muito prestigio, especialmente quando vemos um material, do selo Sefe, de tamanha qualidade.”

O gerente comercial da Editora Opet para a área pública, Roberto Costacurta, ficou feliz com os resultados. “Fomos muito visitados. E, com o apoio das equipes comercial e pedagógica, mostramos os diferenciais do nosso material. A partir dos contatos feitos aqui, vamos reforçar nosso trabalho em todo o Estado de São Paulo.”

“Malabarizando” com a equipe pedagógica da Editora Opet

O que malabarismo tem a ver com educação? Quando pensamos nas muitas tarefas de um professor, gestor ou assessor pedagógico, a comparação com um artista capaz de lançar e controlar bolinhas ou malabares faz todo sentido. Foi essa a tônica do “Malabarizando”, vivência lúdica baseada em progressões pedagógicas que, na última segunda-feira, reuniu a equipe do departamento pedagógico da Editora em Curitiba. A formação abriu as atividades formativas do segundo semestre.


“Em relação à fundamentação e estudos, nós já havíamos feito formações. Seria necessário refletir sobre a dinâmica do trabalho. E foi daí que surgiu o tema do malabarismo e a transposição simbólica dele para o que fazemos”, explica a gestora do Pedagógico, Cliciane Élen.
Cada assessor produziu suas próprias bolinhas e, com o apoio de um facilitador – o professor Danilo Faria, professor de Educação Física -, começou a lançá-las. A meta: lançar e controlar três bolinhas, primeira etapa do aprendizado do malabarismo. Durante o processo, eles refletiram sobre motivação, qualidade, mudanças e trabalho em equipe, relacionando cada elemento à tarefa realizada.
Aos poucos, foram dominando as técnicas básicas em um processo que também mostrou o valor do compartilhamento. “Em termos simbólicos, cada bolinha representa um elemento da nossa existência. O trabalho com os dois selos educacionais (Sefe e Opet Soluções), mudanças nas leis educacionais e outras demandas que surgem no dia a dia, por exemplo.” Em um segundo momento, os assessores escreveram uma lista de suas “bolinhas”, ou seja, de seus principais desafios na empresa.
Cliciane destaca o valor da atividade, especialmente, em relação ao fortalecimento da equipe e do trabalho conjunto. “Com as bolinhas, conseguimos fazer uma transposição simbólica dos desafios. A cada técnica nova, parávamos e fazíamos uma observação. E vimos como, com apoio mútuo, fica muito mais fácil controlar as próprias bolinhas, ou seja, as próprias tarefas que constituem o nosso trabalho”, observa Cliciane.


Esse trabalho, vale observar, pode e deve ser compartilhado pelos assessores nas muitas formações que serão realizadas no segundo semestre. O malabarismo é considerado um instrumento pedagógico criativo e instigante em várias áreas do ensino.

Ubajara, parceiro Opet no Ceará, celebra conquista do prêmio Escola Nota 10

O último sábado (29) foi de festa em Ubajara, município parceiro da Editora Opet no Ceará. A prefeitura celebrou a conquista do prêmio “Escola Nota 10”, um dos mais importantes da educação público cearense. Ao todo, sete escolas municipais receberam o prêmio, o que colocou Ubajara na primeira colocação entre os oito municípios que compõem a microrregião de Ibiapaba, no noroeste do Estado.
O prêmio “Escola Nota 10” tem como base os resultados da alfabetização ao final do 2º ano dos Anos Iniciais e das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática ao final do 5º e 9º anos dos Anos Finais do Ensino Fundamental, obtidos a partir do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará, o SPAECE.
A secretária municipal de Educação de Ubajara, Susenilda Fernandes, destacou o compromisso da atual gestão com as escolas e, também, o valor da parceria com a Editora Opet. “Nós conhecemos os materiais do selo Sefe, da Editora Opet, em um seminário em Sobral. E percebemos que, com eles, teríamos um apoio importante ao nosso trabalho. Quando a parceria foi firmada, tivemos acesso a materiais de qualidade, assim como a formações e assessoria de qualidade.”

Professores de Ubajara na premiação do “Escola Nota 10”.


Susenilda ressaltou a atenção especial dada pelo município à Educação Infantil. “Estamos nos voltando para a base, para a Educação Infantil, que é muito importante.” E é exatamente esse o foco da parceria com a Editora Opet, que atende crianças e professores do Berçário ao Infantil 5.
O supervisor pedagógico da Editora Opet para o Ceará, Glaylson Rodrigues, parabenizou o município e destacou o empenho de todos por uma educação de alta qualidade. “A participação do prefeito, da secretária, dos gestores e, especialmente, dos professores, é fundamental. Somos sempre muito bem acolhidos e notamos o envolvimento das pessoas no processo da educação. O sucesso de Ubajara vem daí!”, observou.

O prefeito Rene de Almeida e o supervisor pedagógico Opet, Glaylson Rodrigues, na entrega dos materiais para o segundo semestre.


A premiação aconteceu em uma grande festa na sede da secretaria municipal de Educação, que reuniu professores, gestores, secretários e o prefeito Rene de Almeida Vasconcelos. Junto, aconteceu a entrega dos materiais da Editora Opet – do selo Sefe – para o segundo semestre. Em Ubajara, crianças e professores utilizam os livros da Coleção “Entrelinhas para Você”.