Formação pedagógica envolve 1.200 profissionais em Paranaguá

Ao longo de toda esta semana, os cerca de 1.200 professores da rede municipal de ensino de Paranaguá, assim como os gestores da educação, estão participando da primeira grande formação pedagógica do ano, realizada em parceria com a Editora Opet. Paranaguá e a Opet são parceiros educacionais desde 2013 e desenvolvem um trabalho com os materiais didáticos do selo Sefe – Sistema Educacional Família e Escola. Esses materiais são utilizados pelas crianças do nível Infantil 5 e pelos estudantes do Ensino Fundamental – Anos Iniciais (1º ao 5º ano), além do Ensino Especial e dos componentes curriculares de Língua Inglesa (para o quinto ano) e Educação Física. Os professores e estudantes utilizam as coleções “Trilhas” (Educação Infantil), “Caminhos e Vivências” (Ensino Fundamental) e “Joy!” (Língua Inglesa), do selo Sefe – Sistema Educacional Família e Escola.

A formação, que está sendo realizada no campus da UNESPAR, é feita pelos assessores pedagógicos da Editora Opet, que estão trabalhando com os professores de um nível da educação em cada dia. Esse processo, como explica o supervisor regional da Editora para Paranaguá, Nelson Bittencourt, envolve o aprofundamento nos temas dos materiais, assim como a troca de experiências, o esclarecimento de dúvidas e o diálogo. “A formação é um momento importante de troca de informações e de escuta das demandas dos professores em relação aos materiais e ao fazer pedagógico. Em Paranaguá, esse momento funciona muito bem porque o envolvimento dos professores é, sempre, muito grande.”

Parceria em ação – Silvana Rodrigues da Silva é professora há 15 anos na rede municipal de ensino de Paranaguá e acompanhou a parceria com a Opet desde seu primeiro momento. Para ela, as formações pedagógicas são estratégicas para o sucesso em sala de aula. “Temos a oportunidade de trocar experiências inovadoras, que são compartilhadas e levadas para as escolas. Além disso, o suporte do Sefe é grande.” Segundo Silvana, a riqueza dos materiais facilita o trabalho. “Os conteúdos conversam entre si, e isso nos ajuda muito em sala de aula.”

Luciana Vasson é professora da rede municipal há dez anos e dá aulas para os estudantes do 2º e do 5º ano. Em sua avaliação, as formações pedagógicas ajudam os docentes a superar dúvidas e aflições. “Quando a gente reúne várias pessoas para falar sobre o trabalho e sobre os materiais, vê que as dificuldades são as mesmas e as soluções também. A formação vem bem ao encontro dessas questões e o Sefe nos dá todo o apoio.” Luciana, que também é gestora do Programa Nacional da Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), vê os materiais Sefe integrados às grandes questões nacionais da educação. “Com esses materiais e com esse trabalho, não vemos apenas o nosso próprio ‘mundinho’, mas o cenário de toda a educação brasileira.”

Fernanda Villanueva é professora há 24 anos, e trabalha com turmas do 2º e 4º anos do Ensino Fundamental. Ela considera os materiais Sefe ricos em termos de conteúdo, o que faz, inclusive, com que os estudantes se envolvam mais. “Está tudo ali, nos livros, e isso contribui para o sucesso do nosso trabalho.” Para ela, as formações pedagógicas dão um norte para o trabalho ao longo do ano. “Sem a formação, ficamos um pouco perdidos. Com ela, conseguimos traçar nossos objetivos.”

Silvana, Luciana e Fernanda, professoras da rede municipal de ensino de Paranaguá

Gestores – Nesta sexta-feira (22), acontece a formação com os gestores, que terá como tema a relação entre família e escola – como aproximar as famílias da educação e aprofundar esta parceria. Nelson Bittencourt explica que, na proposta de trabalho da Editora Opet, essa relação é fundamental. “Quanto mais próxima da escola estiver a família, melhores são os resultados pedagógicos”, observa.

A parceria com o município de Paranaguá é especialmente importante para a Editora Opet. “Em Paranaguá, temos um alto grau de comprometimento das pessoas com a educação. Lá, a educação acontece de fato”, resume Nelson Bittencourt. Ele destaca, por exemplo, o sucesso dos professores de Paranaguá no Prêmio Ação Destaque, promovido anualmente pela Editora Opet com parceiros da educação pública de todo o país. O prêmio promove projetos pedagógicos que se destacam por sua alta qualidade. “A participação de Paranaguá é, sempre, muito interessante. Todos os anos temos, ao menos, um premiado do município. Em um ano, chegamos a premiar três projetos educacionais parnanguaras”.

Editora Opet promove formação pedagógica para 350 profissionais em SC

Um grupo de 350 profissionais de educação, entre professores, diretores, coordenadores pedagógicos, secretários e equipes das secretarias municipais, participaram nessa quinta e sexta-feira (31 e 01º), em Treze Tílias, da primeira formação pedagógica regional do ano em Santa Catarina. O trabalho envolveu as equipes de Treze Tílias, Arroio Trinta, Salto Veloso e Macieira, e foi promovida em parceria com a Editora Opet. Os quatro municípios são parceiros da Editora Opet e utilizam os materiais do selo educacional Sefe em diferentes níveis da educação.

As atividades foram realizadas na Escola Municipal Irma Filomena Rabelo e coordenadas por uma equipe de assessores pedagógicos vinda de Curitiba, sede da Editora Opet. A formação pedagógica abrangeu os temas e os conteúdos dos dois primeiros bimestres do ano da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental, Educação Física, Arte e Língua Inglesa. No caso dos gestores, eles tiveram como tema formativo “Avaliação nos diferentes níveis e contextos: reflexão acerca do papel da equipe gestora”.

Sinergia – “Formações regionais aproximam profissionais de municípios vizinhos que utilizam os mesmos materiais e ferramentas didáticos. Isso produz sinergia, troca de informações e de experiências. É algo que soma muito ao trabalho das escolas”, observa o coordenador regional da Editora Opet para Santa Catarina, Nelson Bittencourt.

O secretário municipal de Educação de Arroio Trinta, Juliar Manenti, ressalta a importância dessa troca. “Além de permitir o intercâmbio de experiências entre municípios vizinhos, a formação também fortalece a busca de soluções regionais para a educação, o que é muito importante.” Segundo Juliar, o maior desafio deste ano da educação em seu município é fortalecer a educação para avançar na avaliação do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). O secretário explica que Arroio Trinta já tem um dos maiores índices do IDEB em Santa Catarina – 7,0 –, mas que pode e deve melhorar com ações de qualidade. “O sucesso depende de vários fatores. Um deles é a parceria com a Editora Opet, que já provou seu potencial ao longo dos anos de trabalho com o nosso município”, observa.

A secretária municipal de Educação de Salto Veloso, Ariane Spanholi Vigolo, participou da formação de gestores. “É muito gratificante trazer a nossa equipe para essa formação e participar das atividades. O resultado é muito bom.” Ela destacou a importância da troca de experiências e olhares entre os municípios. “Por mais que os municípios sejam vizinhos e usem os mesmos materiais didáticos, eles têm seus próprios olhares e aspectos culturais locais. Aqui, fazemos uma troca desses valores e formamos uma cultura educacional regional.”

Ariane observa que, em 2019, um dos grandes desafios em Salto Veloso é fortalecer o trabalho com as novas tecnologias, com projetos que fortaleçam seu uso em favor da educação. “E nós contamos com o apoio da Editora Opet nesse trabalho.”

Braços abertos – A secretária municipal de Educação de Treze Tílias, Mari Piaia, se disse muito feliz em acolher os participantes da formação regional. “Recebemos todos de braços abertos, com muito carinho. É muito bom ter as equipes dos municípios e do Sefe conosco.” Ela avalia a parceria com a Editora Opet, que existe desde 2017, como excelente. “Os familiares das crianças da Educação Infantil, que atendemos com os materiais Sefe, acolheram muito bem o trabalho e se aproximaram da escola. Isso é muito importante para o desenvolvimento da educação.”

A coordenadora pedagógica da secretaria municipal de Educação de Macieira, Cristiane Turmina, avaliou a formação como excelente. “Como em todas as formações regionais de que participamos, a qualidade é muito boa. Só posso dizer que temos uma grande parceria com a Editora Opet.” Segundo Cristiane, entre os desafios da educação de Macieira neste ano está o fortalecimento do IDEB.

Editora Opet – Em Santa Catarina, a Editora Opet está presente no dia a dia da educação de dez municípios, levando materiais didáticos e paradidáticos, implantações, formações e assessoramento pedagógico.