TECNOLOGIAS DIGITAIS

Jornada digital: Editora Opet inaugura seu estúdio de produção audiovisual

A Editora Opet inaugurou oficialmente ontem, segunda-feira (13) seu estúdio de produção audiovisual. O estúdio, que foi montado em uma sala especialmente reformada na sede da Editora, em Curitiba, é um elemento estratégico para o projeto de fortalecimento dos nossos sistemas de ensino no ambiente digital. “Optamos por fazer o estúdio aqui, em nossa própria sede, para ganhar agilidade e escala de produção. E trabalhamos com muito cuidado para fornecer todos os recursos necessários à demanda que vai surgir”, explica o coordenador de Tecnologias Digitais da Editora Opet, Luciano Rocha. “Nesse estúdio, vamos produzir peças em todos os formatos: videoaulas, fundamentação teórica em formato de vídeo, transmissões ao vivo para formações, tomadas externas e podcasts.”
Para tanto, a Editora investiu em equipamentos de última geração – câmeras digitais com capacidade de gravação em 4k, ilha de edição, set de iluminação profissional, jogos de cromaqui e fundo infinito, teleprompter, microfones profissionais e isolamento acústico. Além disso, conta com a experiência de um colaborador, João Rodrigo Almeida, que é especialista em tecnologias digitais e de comunicação, além de todos os demais colaboradores das gerências editorial e pedagógica. “Temos, agora, a estrutura e a equipe necessárias a atender a plataforma digital, e podemos investir e crescer ainda mais. Estamos dando um passo importante para colocar a Editora Opet na vanguarda dos sistemas de ensino – e isso vai acontecer em muito pouco tempo”, garante Luciano. Nesta semana, aliás, começam as gravações, com a equipe do Pedagógico, da fundamentação teórica das coleções produzidas pela Editora.
Para o diretor de produto da Editora Opet, Gilberto Soares dos Santos, a construção do estúdio é resultado do engajamento da equipe no projeto que vai colocar a Editora Opet entre as mais avançadas do país no cenário de recursos digitais em educação. “Em termos simbólicos, o estúdio representa a segunda fase do projeto. A primeira foi a de construção da plataforma que vai receber os conteúdos digitais e as novas mídias.” A data final prevista para o “embarque” dos primeiros conteúdos na plataforma é 19 de novembro. A plataforma irá ao ar em pleno funcionamento em meados de dezembro.

Editora Opet no “Educa Ribeirão Preto”!

Nesta semana, nossas equipes comercial e pedagógica estiveram em Ribeirão Preto, um dos municípios mais importantes de São Paulo, participando do “Educa Ribeirão Preto”, promovido pela EDUCA – Excelência em Educação. O evento, que teve como tema “A BNCC, os currículos e os desafios da educação para o século XXI”, reuniu professores e gestores públicos e privados de cerca de 100 cidades do Estado de São Paulo para debates e palestras. E nós estivemos lá com um estande que atraiu a atenção de centenas de pessoas, interessadas em nossas soluções para a área pública.

A professora Magda Milanezi, supervisora do Ensino Fundamental I do município parceiro de Ilha Solteira, foi uma das visitantes. “Fiquei muito feliz em ver a Editora Opet aqui, em um evento tão importante. Nós adoramos o material Sefe. Foi o que escolhemos e com que trabalhamos. E estamos muito satisfeitos com essa opção!”, disse.

A professora Marialba Carneiro é responsável, na EDUCA, pela seleção dos conteúdos apresentados em eventos como o “Educa Ribeirão Preto”. Ela, que já foi presidente da seccional São Paulo da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME-SP), destacou o valor da marca Opet e a consonância dos materiais produzidos pela Editora em relação à BNCC. “É uma honra ter a Editora Opet presente nesse evento, que reúne tantos municípios paulistas, em especial os de menor porte. É um motivo de muito prestigio, especialmente quando vemos um material, do selo Sefe, de tamanha qualidade.”

O gerente comercial da Editora Opet para a área pública, Roberto Costacurta, ficou feliz com os resultados. “Fomos muito visitados. E, com o apoio das equipes comercial e pedagógica, mostramos os diferenciais do nosso material. A partir dos contatos feitos aqui, vamos reforçar nosso trabalho em todo o Estado de São Paulo.”

Editora Opet e Prefeitura de Curitiba fecham parceria para o ensino da Língua Inglesa nas escolas municipais

A Editora Opet e a prefeitura municipal de Curitiba lançaram oficialmente na noite de ontem (29) uma parceria para o ensino da Língua Inglesa. Serão atendidos cerca de quatro mil estudantes da rede municipal de ensino. O lançamento aconteceu em um dos auditórios da Secretaria Municipal de Educação e contou com a participação de cerca de 250 pessoas, entre gestores e professores de Língua Inglesa.
A partir do segundo semestre deste ano, professores e estudantes dos Anos Iniciais (Ensino Fundamental) passam a utilizar os materiais da Coleção “Joy!”, do selo educacional Sefe, da Editora Opet. Os materiais são de autoria da professora Vera Lúcia Rauta, pós-graduada em Ensino de Línguas Estrangeiras Modernas pela UTFPR, tradutora de livros da área médica e formadora pedagógica da Editora Opet.
Antes de serem selecionados para a parceria, os materiais da Coleção “Joy!” foram cuidadosamente analisados pela Secretaria de Educação, que também se reuniu com a autora, professora Vera Rauta, para conhecer os fundamentos e as articulações pedagógicas do trabalho.
Agradecimento – Durante a cerimônia, a superintendente da Editora Opet, Cristina Swiatovski, falou sobre a grande alegria que é firmar uma parceria com a capital paranaense. “O Grupo Educacional Opet nasceu em Curitiba há quase 50 anos. Hoje, temos entre nossos parceiros cidades como Fortaleza, Sobral, Santana de Parnaíba, Chapecó e Paranaguá. E, por incrível que pareça, nunca havíamos fechado uma parceria com nossa própria cidade! Isso está acontecendo agora, em um momento muito especial, de inovação e promoção do conhecimento. Estamos muito agradecidos!”.
Pela parceria, a Editora Opet cederá os materiais didáticos aos professores e estudantes, e o município bancará as formações e assessoria pedagógica dos docentes.
Inovação – A secretária municipal de Educação de Curitiba, Maria Sílvia Bacila, destacou a importância da parceria em um momento em que a educação pública curitibana trabalha para avançar ainda mais em qualidade, focando em aspectos como a inovação e a internacionalização.
“Eu fico grata pela Editora Opet abraçar essa causa junto conosco. Estamos efetivamente democratizando o acesso a línguas estrangeiras a todos os alunos da nossa rede municipal pública de ensino que já estejam em um momento da alfabetização em que há possibilidade de aprender uma segunda língua.” Além do Inglês, a prefeitura também vai oferecer as disciplinas de Italiano e Espanhol.
Afeto pela Língua Inglesa – Na noite de ontem, logo após o lançamento oficial da parceria, a professora Vera Rauta falou pela primeira vez aos professores. Ela explicou sua relação de afeto pela Língua Inglesa, surgida quando ainda estudava na escola pública, e detalhou seu caminho como professora de Inglês.

Uma formação gigante em Santana de Parnaíba!

As atividades levaram 30 formadores da Editora a Santana e foram realizadas em três colégios municipais.
O trabalho envolveu o conhecimento e o aprofundamento didático-pedagógico em relação aos conteúdos do semestre nos vários componentes curriculares.

Na semana que passou estivemos em Santana de Parnaíba, município paulista que é um dos principais parceiros da Editora Opet. Lá, junto com a equipe da Secretaria Municipal de Educação, fizemos a formação semestral de cerca de 800 professores e gestores! As atividades levaram 30 formadores da Editora a Santana e foram realizadas em três colégios municipais.


Formação semestral – Editora Opet/ Santana
de Parnaíba


O trabalho envolveu o conhecimento e o aprofundamento didático-pedagógico em relação aos conteúdos do semestre nos vários componentes curriculares.
As formações, como observa a gestora pedagógica Cliciane Élen, tiveram como encaminhamento didático a abordagem criativa, o que possibilitou aos professores e gestores colocarem a mão na massa! Além disso, os agentes de organização escolar e oficiais administrativos assistiram uma palestra sobre Inteligência Socioemocional, tema estratégico.


Formação semestral – Editora Opet/ Santana
de Parnaíba

O secretário de Educação de Santana, Clecius Romagnoli, resumiu assim o trabalho: “Foi uma formação extremamente importante. Nosso sucesso nos indicadores da educação tem a ver com a formação constante dos professores, e com o conhecimento de novos processos didáticos e metodológicos. A receptividade pelos professores foi muito grande. É a maior que já tivemos em relação a um sistema de ensino.” Em tempo: Santana de Parnaíba foi o município da região metropolitana de São Paulo com maior crescimento do IDEB na última avaliação.

Editora Opet leva proposta de educação humana e cidadã para o RS

A Editora Opet participa, nos dias 23 a 25, em Gramado no “Educação para Transformação”, evento que vai reunir professores, gestores e palestrantes brasileiros e estrangeiros para debater alguns dos principais temas da educação brasileira na sede da FAURGS.

Um modelo de educação humana, cidadã e que aproxima as pessoas do conhecimento e as famílias da escola. Com essa proposta, a Editora Opet – empresa paranaense que é uma das mais tradicionais do país no segmento de sistemas de ensino – está ampliando sua presença no Rio Grande do Sul. Nos dias 23 a 25, estará em Gramado no “Educação para Transformação”, evento que vai reunir professores, gestores e palestrantes brasileiros e estrangeiros para debater alguns dos principais temas da educação brasileira na sede da FAURGS.
Fundada há 26 anos em Curitiba e parte do Grupo Educacional Opet, a Editora Opet atua em todas as regiões do país, atendendo redes públicas de ensino com o selo Sistema Educacional Família e Escola – Sefe e escolas privadas com o selo Opet Soluções Educacionais. Em seu estande em Gramado, a Editora apresentará seus materiais para os dois segmentos.
Parceiros – Entre os municípios que adotam os sistemas de ensino da Editora Opet estão campeões da educação como Sobral (CE), melhor IDEB do país, Santana de Parnaíba (SP) e Fortaleza (CE). “Ao longo dos anos, reunimos uma vasta experiência com a educação. Com materiais de alta qualidade, formações pedagógicas presenciais que são um diferencial e um trabalho que respeita as características de cada região”, observa o gerente comercial da Editora para o segmento público, Roberto Costacurta.
Especificamente na Região Sul, a Opet mantém parcerias educacionais com municípios há muitos anos. “Atualmente, atuamos em várias redes municipais de ensino do Paraná e de Santa Catarina oferecendo materiais para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental.” Entre os parceiros da Editora nos dois Estados estão Chapecó, Vargeão, Braço do Norte, Paranaguá, Irati e Cafelândia.
Em terras gaúchas –
“Agora, estamos ampliando nossa presença a partir de um evento educacional que já é tradicional no Rio Grande do Sul. Acreditamos ter muito a agregar em um Estado que já faz um trabalho importante com a educação.” Ele destaca a aproximação entre as escolas e as famílias, que permeia a proposta pedagógica Opet, e a atualização permanente das coleções e ferramentas pedagógicas segundo as leis que regem a educação brasileira.
Entre os materiais que serão apresentados no estande da Opet no “Educação para Transformação”, em Gramado, estão as coleções “Entrelinhas para Você”, “Caminhos e Vivências” e “Trilhas”, que são carros-chefes no segmento público. “São materiais com uma proposta de trabalho muito rica, que fortalece o processo de ensino aprendizagem e valoriza a criatividades dos professores”, observa Roberto.
Valor – Para o realizador do “Educação para Transformação”, Paulo Ferraz (da Ferraz Eventos), a participação da Editora Opet agrega valor ao evento e à experiência dos participantes. “Teremos representantes de 13 Estados, pessoas que estão em busca de atualização de conhecimentos, de produtos e serviços de qualidade. E, nesse sentido, a Editora Opet oferece qualidade.”
Serviço – O “Educação para Transformação” acontece de 23 a 25 de julho na sede da FAURGS, na Rua São Pedro, 63, Centro, Gramado. Informações sobre o evento podem ser obtidas em https://www.ferrazeventos.com.br/events/educacaoparatransformacao/.

Biologia: reforço estratégico para o material do nono ano da Coleção Cidadania

A aproximação com os parceiros é um diferencial da Editora Opet. A partir dela, estamos atendendo a um pedido de escolas privadas que utilizam os materiais da Coleção Cidadania – Anos Finais. De olho na preparação dos estudantes para o Ensino Médio, o vestibular e o Enem, elas solicitaram a inclusão de conteúdos de Biologia ao livro de Ciências do 9º ano do Ensino Fundamental, que tem como foco a Física e a Química.

E nós atendemos à demanda: nos últimos meses, o professor de Biologia José Augusto Real Limeira, um dos nossos editores, está trabalhando bastante para oferecer materiais complementares de alta qualidade. “Estamos resgatando conteúdos de Biologia abordados no 6º, 7º e 8º anos, e agregando a eles conceitos centrais da área de conhecimento que serão vistos no Ensino Médio. A proposta é instrumentalizar os alunos do 9º ano com os principais fundamentos das Ciências da Natureza, proporcionando o seu ingresso no Ensino Médio com uma boa base para estudos mais aprofundados, incluindo conteúdos e resolução de situações-problema apresentados por questões de vestibulares e de Enem”, explica José Augusto.


Os conteúdos, que estão sendo oferecidos em formato digital – e que em 2020 serão agregados aos livros físicos –, compreendem temas de Citologia, Genética, Ecologia e Evolução. A sequência didática proposta, explica José Augusto, visa otimizar o estudo e fazer os estudantes raciocinarem de forma mais aprofundada. “Oferecemos uma proposição teórica, provocações para o estudo por meio de atividades de complexidade gradativa e sugestões de conteúdo digital, como vídeos e animações, que possibilitam o estudante concretizar de forma mais dinâmica a aprendizagem de conceitos centrais da Biologia abordados na unidade. As atividades propostas iniciam com questões que solicitam a construção de conceitos centrais, passando pela resolução de questões abertas que instigam a análise e a interpretação, culminando na resolução de questões de vestibulares e de Enem. Nessa perspectiva, pretende-se mobilizar e instrumentalizar gradativamente os estudante em seu processo de aprendizagem.”

“Diálogos Pedagógicos 2019”: sucesso com as escolas privadas do RN

Para a Editora Opet, é fundamental debater temas ligados à escola. Aproximar pessoas, dialogar e trazer informações que permitam avançar cada vez mais na direção de uma educação humana, cidadã e transformadora. Foi com essa perspectiva que, no último sábado (06) realizamos em Natal a edição de 2019 dos “Diálogos Pedagógicos”, que reuniu cerca de 160 participantes. Em sua maioria, mantenedores, gestores e professores de escolas privadas que utilizam os materiais e ferramentas pedagógicas Opet Soluções Educacionais no Estado do Rio Grande do Norte.

Ao longo de toda a manhã, os participantes puderam debater dois temas importantes da educação brasileira. O primeiro foi a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e as competências do professor, apresentado pela professora, pedagoga e psicopedagoga Rúbia Cristina dos Santos, supervisora pedagógica da Editora Opet. E o segundo foi a Inteligência Socioemocional em uma perspectiva da escola, trazido pelo professor Julio César Luchmann, mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

Conhecimento que agrega – Janaína Ferreira de Oliveira é mantenedora da escola Cardoso Júnior, de Natal. Segundo ela, eventos como os “Diálogos Pedagógicos” agregam bastante ao trabalho dos educadores. “Estamos aqui ganhando e multiplicando conhecimentos. Isso nos motiva muito!”, observa. Ela, que é parceira da Editora Opet há pouco mais de um ano, destaca o valor do trabalho realizado até agora. “A parceria com a Editora Opet é muito proveitosa. Temos respaldo em nossas questões e um apoio importante da assessoria pedagógica.”

Para Maria Cláudia da Silva, coordenadora e orientadora pedagógica da Educação Infantil do Colégio Prince, também de Natal, os “Diálogos” trazem algo diferente ao trabalho pedagógico – uma perspectiva mais ampla. “Ao reunir educadores de várias instituições, com suas questões e olhares, esse encontro fortaleceu o processo educacional. Isso é muito importante.”

Edilma da Silva Cortez, do Centro Integrado de Vivências Educacionais (CIVE), parceiro no município de Currais Novos, ressaltou a importância do tema do encontro deste ano. “A reflexão sobre a BNCC e as competências que devem ser desenvolvidas com o estudante é essencial. Temos focado muito essas habilidades em nossa escola.” Ela também destacou a importância da parceria com a Editora Opet, iniciada em 2017. “A filosofia da Editora Opet é muito próxima à filosofia da nossa escola, de experimentar e vivenciar os conhecimentos. Isso fortalece muito o trabalho pedagógico.”

Um diálogo especial – A supervisora pedagógica da Editora Opet no Rio Grande do Norte, Janaína Bezerra, destaca o valor dos Diálogos Pedagógicos na parceria com as escolas. “É um momento coletivo de diálogo e trocas com os mantenedores. Esse trabalho, aliás, é diferente do trabalho formativo e de assessoria que realizamos com cada escola ao longo ano. Ficamos muito felizes em observar que os participantes gostaram. Eles saíram satisfeitos!”, observa.

“Malabarizando” com a equipe pedagógica da Editora Opet

O que malabarismo tem a ver com educação? Quando pensamos nas muitas tarefas de um professor, gestor ou assessor pedagógico, a comparação com um artista capaz de lançar e controlar bolinhas ou malabares faz todo sentido. Foi essa a tônica do “Malabarizando”, vivência lúdica baseada em progressões pedagógicas que, na última segunda-feira, reuniu a equipe do departamento pedagógico da Editora em Curitiba. A formação abriu as atividades formativas do segundo semestre.


“Em relação à fundamentação e estudos, nós já havíamos feito formações. Seria necessário refletir sobre a dinâmica do trabalho. E foi daí que surgiu o tema do malabarismo e a transposição simbólica dele para o que fazemos”, explica a gestora do Pedagógico, Cliciane Élen.
Cada assessor produziu suas próprias bolinhas e, com o apoio de um facilitador – o professor Danilo Faria, professor de Educação Física -, começou a lançá-las. A meta: lançar e controlar três bolinhas, primeira etapa do aprendizado do malabarismo. Durante o processo, eles refletiram sobre motivação, qualidade, mudanças e trabalho em equipe, relacionando cada elemento à tarefa realizada.
Aos poucos, foram dominando as técnicas básicas em um processo que também mostrou o valor do compartilhamento. “Em termos simbólicos, cada bolinha representa um elemento da nossa existência. O trabalho com os dois selos educacionais (Sefe e Opet Soluções), mudanças nas leis educacionais e outras demandas que surgem no dia a dia, por exemplo.” Em um segundo momento, os assessores escreveram uma lista de suas “bolinhas”, ou seja, de seus principais desafios na empresa.
Cliciane destaca o valor da atividade, especialmente, em relação ao fortalecimento da equipe e do trabalho conjunto. “Com as bolinhas, conseguimos fazer uma transposição simbólica dos desafios. A cada técnica nova, parávamos e fazíamos uma observação. E vimos como, com apoio mútuo, fica muito mais fácil controlar as próprias bolinhas, ou seja, as próprias tarefas que constituem o nosso trabalho”, observa Cliciane.


Esse trabalho, vale observar, pode e deve ser compartilhado pelos assessores nas muitas formações que serão realizadas no segundo semestre. O malabarismo é considerado um instrumento pedagógico criativo e instigante em várias áreas do ensino.

Ubajara, parceiro Opet no Ceará, celebra conquista do prêmio Escola Nota 10

O último sábado (29) foi de festa em Ubajara, município parceiro da Editora Opet no Ceará. A prefeitura celebrou a conquista do prêmio “Escola Nota 10”, um dos mais importantes da educação público cearense. Ao todo, sete escolas municipais receberam o prêmio, o que colocou Ubajara na primeira colocação entre os oito municípios que compõem a microrregião de Ibiapaba, no noroeste do Estado.
O prêmio “Escola Nota 10” tem como base os resultados da alfabetização ao final do 2º ano dos Anos Iniciais e das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática ao final do 5º e 9º anos dos Anos Finais do Ensino Fundamental, obtidos a partir do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará, o SPAECE.
A secretária municipal de Educação de Ubajara, Susenilda Fernandes, destacou o compromisso da atual gestão com as escolas e, também, o valor da parceria com a Editora Opet. “Nós conhecemos os materiais do selo Sefe, da Editora Opet, em um seminário em Sobral. E percebemos que, com eles, teríamos um apoio importante ao nosso trabalho. Quando a parceria foi firmada, tivemos acesso a materiais de qualidade, assim como a formações e assessoria de qualidade.”

Professores de Ubajara na premiação do “Escola Nota 10”.


Susenilda ressaltou a atenção especial dada pelo município à Educação Infantil. “Estamos nos voltando para a base, para a Educação Infantil, que é muito importante.” E é exatamente esse o foco da parceria com a Editora Opet, que atende crianças e professores do Berçário ao Infantil 5.
O supervisor pedagógico da Editora Opet para o Ceará, Glaylson Rodrigues, parabenizou o município e destacou o empenho de todos por uma educação de alta qualidade. “A participação do prefeito, da secretária, dos gestores e, especialmente, dos professores, é fundamental. Somos sempre muito bem acolhidos e notamos o envolvimento das pessoas no processo da educação. O sucesso de Ubajara vem daí!”, observou.

O prefeito Rene de Almeida e o supervisor pedagógico Opet, Glaylson Rodrigues, na entrega dos materiais para o segundo semestre.


A premiação aconteceu em uma grande festa na sede da secretaria municipal de Educação, que reuniu professores, gestores, secretários e o prefeito Rene de Almeida Vasconcelos. Junto, aconteceu a entrega dos materiais da Editora Opet – do selo Sefe – para o segundo semestre. Em Ubajara, crianças e professores utilizam os livros da Coleção “Entrelinhas para Você”.

A Editora Opet trabalha para oferecer sempre os melhores materiais didáticos

Em 2020, um de nossos carros-chefes, a Coleção Cidadania para o Ensino Fundamental (Anos Iniciais e Finais), do selo Opet Soluções Educacionais, terá seu Material do Professor reestruturado para facilitar e dinamizar o trabalho. “Atendemos a uma demanda dos professores, de ter em mãos, já no início do ano, todos os bimestres”, explica a nossa gerente editorial, Eloiza Jaguelte Silva. A Coleção foi cuidadosamente revista e traz outras novidades! Confira como ficou a estruturação dos livros:

• Para os Anos Iniciais:
 Livros anuais no formato horizontal.
 Fundamentação geral da coleção e específica de cada componente curricular.
 Quadro com estrutura geral da coleção.
 Quadro com os objetos de conhecimento (BNCC).
 Orientações didáticas com as possibilidades de trabalho.
 Referencial teórico.
 Miniaturas das páginas do livro do aluno com orientações página a página e gabarito de respostas.
• Para os Anos Finais:
 Livros anuais por componente curricular.
 Fundamentação geral da coleção e específica de cada componente curricular.
 Quadro com estrutura geral da coleção.
 Quadro com os objetos de conhecimento (BNCC).
 Mapeamento da BNCC.
 Livro do aluno com orientações página a página e gabarito de respostas.
 Referencial teórico.